Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Candidato do BE em Gondomar exige "mais força para o concelho"

Logótipo de O Jogo O Jogo 29/08/2017 Administrator

O candidato do Bloco de Esquerda à Câmara de Gondomar, Rui Nóvoa, apontou hoje como prioridades da sua candidatura as questões da mobilidade e de promoção de emprego, argumentando que "tem faltado força ao concelho".

Em declarações à agência Lusa, o candidato do Bloco de Esquerda explicou o porquê de uma das frases que vão constar dos cartazes de candidatura que serão afixados pelo concelho referir: "Mais força para Gondomar".

"Consideramos que nos últimos anos, as pessoas que estiveram à frente dos destinos de Gondomar não tiveram a força suficiente para concretizar muitas das aspirações da população, muito particularmente a questão da linha do metro", disse Rui Nóvoa, apontando o dedo a dois dos seus adversários nesta corrida autárquica.

"Valentim Loureiro [ex-presidente da Câmara de Gondomar e atual candidato independente] foi presidente da Metro do Porto e Marco Martins [atual presidente da Câmara e candidato pelo PS] tem responsabilidades ao nível dos transportes na Área Metropolitana do Porto, mas nenhum dos dois trouxe de facto o metro ao centro de Gondomar", referiu o bloquista.

Rui Nóvoa considerou que "Gondomar é dos municípios onde o metro chegou menos longe, mais tarde e a menos sítios".

O candidato do BE também desafiou os gondomarenses a refletirem sobre "o facto de Gondomar ser o único concelho, face aos que que fazem fronteira com o Porto e são servidos pelo metro, no qual este meio de transporte não chega ao centro, ficando-se por Fânzeres".

"Isso significa que não houve força suficiente por parte das pessoas que têm estado à frente dos destinos de Gondomar. E esta é apenas um das muitas questões ligadas à mobilidade que nos preocupam", disse Rui Nóvoa.

Quanto ao tema do emprego, o Bloco de Esquerda quer que os governantes autárquicos "incentivem e atraiam empresas para investir no concelho".

"Gondomar é um dos concelhos a nível nacional com maior taxa de desemprego. Isso significa que não houve políticas que permitissem dar resposta a este problema e não foram captadas novas empresas", disse o cabeça-de-lista da candidatura do BE.

São candidatos a Gondomar, distrito do Porto, para além dos nomes citados, Rafael Amorim (PSD/CDS-PP) e Daniel Vieira (CDU).

As eleições autárquicas realizam-se a 01 de outubro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon