Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Candidato do BE em Portalegre quer "travar" êxodo através do setor do turismo

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/09/2017 Administrator

O candidato do Bloco de Esquerda à presidência da Câmara de Portalegre, Rui Cunha, defendeu hoje que o caminho "mais rápido" para "travar" o êxodo populacional naquela região passa por apostar no setor do turismo.

"O caminho mais rápido será, neste momento, apostar no turismo. Consolidação e a criação do triângulo turístico de Portalegre, Castelo de Vide e Marvão, sendo necessário fazer um bom trabalho de promoção e informação", defendeu.

O candidato do Bloco de Esquerda, que falava à agência Lusa à margem de uma visita à Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), defende, por isso, o envolvimento da população daquela cidade alentejana num projeto que envolva também os municípios de Castelo de Vide e Marvão.

"Nós temos que dotar Portalegre com instrumentos de informação que levem o turista a visitar os sítios e a perceber a importância desses sítios e, ao mesmo tempo, levar os portalegrenses a ir a esses sítios, a conhecer melhor esses sítios e dar-lhe importância", acrescentou.

Rui Cunha, que dedicou o primeiro dia de campanha eleitoral para as eleições autárquicas de 01 de outubro ao setor da educação, mostrou-se igualmente preocupado com a partida de jovens do concelho de Portalegre para outras regiões do país, quando a cidade possui "escolas de excelência".

Para "travar" o êxodo naquela região, o candidato defende também a criação de investimentos estratégicos que envolvam as entidades locais e regionais.

Sobre o funcionamento do município de Portalegre, o candidato do Bloco de Esquerda considera que "a máquina deve estar oleada" no que diz respeito aos elementos que compõem o executivo, para evitar que o lixo se acumule nas ruas, bem como património do município degradado.

"São os departamentos que têm que assegurar esse funcionamento, se não andam os autarcas a preocupar-se no dia-a-dia com essas situações e já não têm tempo para nada, para perspetivar o desenvolvimento do concelho", considerou.

Além de Rui Cunha, apresentam-se como candidatos à Câmara de Portalegre a atual presidente, Adelaide Teixeira, que está a cumprir o primeiro mandato pela Candidatura Livre e Independente por Portalegre (CLIP), José Correia da Luz (PS), Armando Varela (PSD), Luís Pargana (CDU), Nuno Moniz (CDS-PP) e Rui Cunha (BE).

O atual executivo municipal é composto por quatro eleitos da CLIP, dois do PS e um da CDU.

As eleições autárquicas realizam-se a 01 de outubro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon