Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Candidato do CDS-PP apela aos funchalenses que evitem dar maiorias absolutas

Logótipo de O Jogo O Jogo 28/09/2017 Administrator

O candidato do CDS-PP à presidência da Câmara do Funchal nas autárquicas do próximo domingo, Rui Barreto, apelou hoje ao eleitorado para que "não dê maiorias absolutas", salientando que "não são os símbolos e emblemas que governam".

"Espero que o povo não dê nunca maiorias absolutas, maiorias absolutas são, normalmente, prepotência e arrogância", disse o cabeça de lista ao principal município da Região Autónoma depois de uma arruada com dezenas de pessoas pelas ruas da cidade.

Rui Barreto considerou que esta campanha eleitoral do partido, que está a chegar ao fim, foi "extraordinária, em crescendo, fazendo o que deve ser feito, preparando um programa, juntando os melhores e falando com os funchalenses".

O candidato perspetivou que esta candidatura 'Funchal merece', "vai ter a correspondência no dia 01, porque as pessoas reconhecem quem trabalha, quem é competente, quem é resistente e quem tem conteúdo para o Funchal".

O cabeça e lista deixou uma palavra "àqueles que têm muitas vezes dúvidas, que estão indecisos, desiludidos", apelando que "olhem para as pessoas desta candidatura, para o seu percurso".

Rui Barreto salientou que são "pessoas com provas dadas na sociedade, que querem trabalhar em prol do Funchal".

"Não são os símbolos, nem os emblemas que governam. São as pessoas. Garanto aos funchalenses que as que o CDS tem farão toda a diferença", concluiu.

São candidatos à presidência da Câmara Municipal do Funchal Rubina Leal (PSD), Rui Barreto (CDS-PP), Artur Andrade (CDU), o atual presidente, Paulo Cafôfo (PS/BE/JPP/PDR/Nós, Cidadãos!), Gil Canha (PPM/PURP), Raquel Coelho (PTP), Jorge Santos (PCTP/MRPP) e Roberto Vieira (MPT/PPV-CDC).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon