Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Candidato do CDS-PP/MPT/PPM quer aplicar IMI no centro histórico

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/09/2017 Administrator

O candidato da coligação CDS-PP/MPT/PPM à Câmara de Évora, Pedro d'Orey Manoel, defendeu hoje a canalização de uma parte do imposto municipal sobre imóveis (IMI) cobrado no concelho para a recuperação do centro histórico da cidade.

"De todo o IMI concelhio, [propomos] que 10 ou 15 por cento seja obrigatoriamente utilizado na recuperação do centro histórico, porque é o cartão-de-visita de Évora", afirmou o candidato, em declarações à agência Lusa.

A "retenção de uma parte" do IMI para aplicar no centro histórico foi uma das medidas apresentadas por Pedro d'Orey Manoel durante uma ação de campanha na aldeia de Azaruja, na freguesia de São Bento do Mato.

O cabeça de lista da coligação CDS-PP/MPT/PPM afirmou que o centro histórico de Évora, classificado como Património Mundial, está "um bocadinho esquecido", apontando a necessidade de requalificar imóveis e melhorar a limpeza.

Para concretizar a requalificação de habitações degradadas, Pedro d'Orey Manoel referiu que a câmara municipal tem de "conseguir ir buscar dinheiro [comunitário] para dinamizar empresas, fixar pessoas e dar vida ao centro histórico".

Em Azaruja, o candidato da coligação liderada pelo CDS-PP, acompanhado por umas dezenas de apoiantes, com bandeiras e panfletos, apresentou-se "muito à vontade" no contacto com a população.

Quando se cruzou com um idoso no centro da povoação que lhe disse que não votava em partidos da direita, Pedro d'Orey Manoel aconselhou o homem a conhecer as suas propostas e ideias e, depois, decidir o seu sentido de voto.

O candidato propôs ainda avançar com um orçamento participativo e criar "pequenos clusters" específicos nas freguesias rurais para dinamizar o seu povoamento.

"Azaruja com a cortiça, Nossa Senhora de Machede com os curtumes e São Manços com a agroindústria, por causa da beneficiação do Alqueva", sugeriu.

Além de Pedro D'Orey Manoel, concorrem à Câmara de Évora, nestas eleições autárquicas, o atual presidente do município, Carlos Pinto de Sá (CDU), Elsa Teigão (PS), António Costa da Silva (PSD), Maria Helena Figueiredo (BE) e André Sapage (PAN).

No atual mandato, o executivo municipal é composto por quatro eleitos da CDU, dois do PS e um da coligação PSD/CDS-PP.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon