Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Candidato do PSD/PPM promete reabilitar bairro do Cerco, no Porto

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/09/2017 Administrator

O candidato do PSD/PPM à Câmara do Porto, Álvaro Almeida, prometeu hoje que, se vencer as eleições de 01 de outubro, avançarão as obras de reabilitação no bairro do Cerco, que fica na zona oriental da cidade.

Se ganhar as eleições autárquicas "não virei cá só daqui a quatro anos, virei cá logo no primeiro ano de mandato para fazer avançar as obras de reabilitação e acabar com o escândalo de casas vazias que não estão a ser habitadas", afirmou Álvaro Almeida aos jornalistas, após visitar aquele bairro social.

O candidato independente da coligação "Porto Autêntico" (PSD/PPM) criticou o atual executivo, liderado pelo independente Rui Moreira, designadamente por "abrandar" o "ritmo de investimento" na reabilitação dos bairros sociais, afirmando que tal "fez com que obras fundamentais e prioritárias como as do Cerco tivessem sido adiadas, eternamente prometidas, mas nunca concretizadas".

Comparando os 44 milhões de euros que o executivo liderado pelo social-democrata Rui Rio investiu na reabilitação dos bairros, entre 2010 e 2012, com os 19 milhões de euros aplicados "por este último executivo de Rui Moreira/PS", entre 2014 e 2016, Álvaro Almeida garantiu que a sua candidatura "quer retomar" o programa que foi bandeira do PSD.

Álvaro Almeida criticou também a existência de fogos desocupados naquele complexo habitacional em Campanhã, afirmando que "não se compreende haver casas vazias" e não serem entregues à população.

"Esta coexistência de casas vazias com pedidos, que são milhares, é totalmente incompreensível e demonstra a ineficácia deste executivo", frisou.

O candidato do PSD/PPM apontou ainda problemas de limpeza e de segurança naquele bairro social, afirmando mesmo existir "um problema de saúde pública", quer no exterior como no interior das casas.

Maria Soares, que vive num T2 do bloco 1 do Cerco há dois anos, queixou-se da falta de condições na sua casa, cujas paredes dos dois quartos estão pintalgadas de humidade, afirmando mesmo que a situação "é uma vergonha para a câmara".

Nesta visita, Álvaro Almeida ouviu queixas de alguns moradores, que lamentam "o abandono" em que se encontra o bairro e o facto de os políticos o visitarem "só nas eleições".

São candidatos à Câmara do Porto o independente Rui Moreira, apoiado pelo CDS-PP e MPT, o socialista Manuel Pizarro, Álvaro Almeida, pela coligação PSD/PPM, Ilda Figueiredo, da CDU, João Teixeira Lopes, do BE, Bebiana Cunha, do PAN, Costa Pereira, do PTP, Sandra Martins, do PNR, e Orlando Cruz, do PPV/CDC.

As eleições autárquicas estão marcadas para 01 de outubro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon