Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Candidato do PSD/PPM quer penalizar quem usa VCI para atravessar Porto

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/09/2017 Administrator

O candidato do PSD/PPM à Câmara do Porto, Álvaro Almeida, quer "penalizar a utilização da VCI por veículos pesados que atravessam" a cidade sem recorrer a vias alternativas, criticando "quem ignorou o problema até um mês das eleições". Álvaro Almeida falava aos jornalistas na zona da Boavista, perto de escolas e perante filas de trânsito que provocavam várias buzinadelas, tendo vincado que alerta para as questões do trânsito "há seis meses", mas ...

O candidato do PSD/PPM à Câmara do Porto, Álvaro Almeida, quer "penalizar a utilização da VCI por veículos pesados que atravessam" a cidade sem recorrer a vias alternativas, criticando "quem ignorou o problema até um mês das eleições".

Álvaro Almeida falava aos jornalistas na zona da Boavista, perto de escolas e perante filas de trânsito que provocavam várias buzinadelas, tendo vincado que alerta para as questões do trânsito "há seis meses", mas foi criticado por "quem estava no poder e não fez nada em quatro anos".

"Agora já todos reconhecem que [o trânsito no Porto] é um problema. Infelizmente, quem esteve no poder durante quatro anos, Rui Moreira e Manuel Pizarro, ignoraram o problema até um mês das eleições. Nesta zona há todos os dias problemas de trânsito. Este é um problema sério, para o qual não há soluções milagrosas, mas que exige que se vá fazendo pequenas coisas", disse o cabeça de lista da coligação "Porto Autêntico".

O candidato apoiado por PSD/PPM propõe 15 minutos gratuitos nos parquímetros para residentes, bem como alterar alguns sentidos de trânsitos que, disse, "prejudicam a circulação no centro da cidade".

"Queremos privilegiar a circulação dentro da cidade e penalizar a circulação através da cidade. Queremos penalizar a utilização da VCI [Via de Cintura Interna] por veículos pesados que atravessam o Porto. Não são aqueles que se dirigem ao Porto mas os que atravessam o Porto vindos de norte e vão para sul ou vindos do sul para chegar ao norte", descreveu.

Álvaro Almeida reconheceu que esta questão ultrapassa a ação da Câmara, mas reiterou a ideia de reunir com os responsáveis do Governo e das concessionárias de forma a "penalizar quem não usa as vias alternativas, nomeadamente a CREP [Circular Regional Exterior do Porto]".

"Não basta tirar as portagens da CREP, temos de criar mecanismos de penalização no atravessamento do Porto, através da VCI. Se reduzirmos o trânsito dos pesados na VCI, reduzimos o principal foco de engarrafamento viário da cidade".

De acordo com dados recolhidos e divulgados pela candidatura "Porto Autêntico" de 2012 para 2016 o tempo perdido por um portuense médio aumentou 30 horas.

"Trinta horas são mais de um dia que as pessoas estão longe dos filhos e longe das famílias. Isto tem impacto na vida das famílias", afirmou o candidato que, a cerca de uma semana das eleições, se mostra "otimista" pela "muito boa receção das pessoas".

"Nas duas últimas semanas, temos sentido um grande entusiasmo pela nossa candidatura. Nas ruas sentimo-nos muito bem", conclui.

São candidatos à Câmara do Porto o independente Rui Moreira, apoiado pelo CDS-PP e MPT, o socialista Manuel Pizarro, Álvaro Almeida, pela coligação PSD/PPM, Ilda Figueiredo, da CDU, João Teixeira Lopes, do BE, Bebiana Cunha, do PAN, Costa Pereira, do PTP, Sandra Martins, do PNR e Orlando Cruz, do PPV/CDC.

As eleições autárquicas estão marcadas para 01 de outubro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon