Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Candidato PS à Horta quer afirmar cidade como 'capital do mar dos Açores'

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/07/2017 Administrator

O candidato do PS à Câmara Municipal da Horta, José Leonardo Silva, quer afirmar a cidade como 'capital do mar dos Açores' e dar enfoque às políticas de inovação e criação de emprego.

"O nosso projeto assenta na implementação de medidas que estabelecem três grandes áreas de atuação: a consolidação económica e social, com enfoque nas medidas geradoras de emprego sustentável no concelho, a afirmação da imagem da Horta enquanto a 'capital do mar dos Açores' e a implementação de políticas de sustentabilidade e de inovação assim como de promoção de 'startups'", adiantou.

O atual presidente da autarquia da Horta, que se recandidata em outubro, falava na apresentação da sua candidatura, na quarta-feira à noite.

José Leonardo Silva defendeu a necessidade de "mais e melhores acessibilidades" à ilha do Faial e disse não ter medo de "bater o pé", acusando a oposição de "pura demagogia política".

"Não falamos disso só agora. Estamos a trabalhar desde o primeiro dia do atual mandato, nos bastidores, sem câmaras, pela ampliação da pista do aeroporto da Horta, para que o nosso aeroporto ofereça garantias de melhor operacionalidade", apontou.

O candidato socialista propôs a "alteração do Plano de Urbanização do concelho da Horta, no sentido de contribuir para a dinamização da economia", acrescentando que o desenvolvimento económico do concelho se deve articular com a "afirmação da cidade como capital do mar dos Açores".

Por outro lado, comprometeu-se a complementar os apoios sociais que existem e a apoiar quem mais precisa na compra de medicamentos, a devolver parte do IRS às famílias e a reforçar a qualificação das instituições.

José Leonardo Silva disse que aceitou candidatar-se a um segundo mandato determinado a renovar "um compromisso de lealdade".

"A verdade é que não tenho medo e quero ser avaliado pelo trabalho que fiz nestes quatro anos, onde procurei respeitar as pessoas, honrar os meus compromissos e cumprir o que disse que ia fazer", frisou.

O candidato do PS alertou para os "desafios importantes" que a ilha do Faial atravessa nos próximos quatro anos, a nível de desenvolvimento e crescimento económico e social, alegando que o concelho da Horta não está "em condições de ceder a experimentalismos e a falsas renovações, a demagogias ou a egos pessoais".

"O projeto autárquico que hoje apresentamos é fruto da nossa experiência, do conhecimento e da gestão autárquica estratégica que realizámos e uma resposta aos desafios que sabemos que temos de enfrentar", salientou.

Técnico oficial de contas, com 54 anos, José Leonardo Silva foi presidente da Junta de Freguesia dos Flamengos, no Faial, e vice-presidente da Câmara Municipal da Horta, antes de assumir a presidência em 2013.

A candidatura do PS tem como cabeça de lista à Assembleia Municipal da Horta Hélder Silva, antigo secretário regional do Ambiente e antigo líder da bancada parlamentar do partido na Assembleia Legislativa dos Açores.

Fernando Menezes, antigo presidente da Assembleia Legislativa da Região e atual presidente da Assembleia Municipal da Horta é o mandatário da candidatura e Helena Reis, presidente do conselho de administração da Unidade de Saúde da Ilha do Faial, a mandatária financeira.

Nas últimas eleições autárquicas, em 2013, o PS venceu as eleições à Câmara Municipal da Horta com 54,98% dos votos, conquistando quatro mandatos, contra três da coligação PSD/CDS-PP/PPM, que obteve 35,66% dos votos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon