Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Candidatura de Marco Almeida a Sintra apresenta queixa na CNE contra Basílio

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/07/2017 Administrator

A coligação Juntos Pelos Sintrenses (PSD/CDS-PP/PPM/MPT) apresentou hoje uma queixa na Comissão Nacional de Eleições (CNE) contra o candidato do PS, Basílio Horta, por usar meios da autarquia para favorecer a sua candidatura.

No documento entregue hoje, a que a Lusa teve acesso, o movimento encabeçado por Marco Almeida acusa Basílio Horta de usar a página oficial da Câmara de Sintra na rede social Facebook para promover a sua candidatura.

"No passado sábado, 22 de julho, a página Facebook da Câmara Municipal de Sintra partilhou, às 21:35 horas, um post do candidato às próximas eleições autárquicas Basílio Horta, com o único propósito de, a pretexto de um concurso televisivo com participação das Azenhas do Mar, gerar promiscuidade entre a página da Câmara (oficial) e a do candidato (de propaganda pessoal)", lê-se na queixa apresentada.

A candidatura de Marco Almeida refere que o caso repetiu-se por mais duas vezes e "apenas se deveu a fins de propaganda partidária e promoção do candidato".

A coligação considera "promíscua" a atuação do candidato e sublinha a "flagrante intencionalidade de favorecimento, promoção propagandística e prática discriminatória, afrontando os deveres da lei que se impõem a qualquer instituição pública que funcione e seja gerida com decência".

Confrontado com a queixa, a candidatura de Basílio Horta referiu que "era dever do presidente da autarquia, depois da Câmara ter candidatado as Azenhas do Mar às 7 Maravilhas de Portugal, apelar ao voto de todos para ganhar esse concurso".

"Foi exatamente isto que aconteceu: através da página da Câmara de Sintra o presidente apelou a todos para elegerem as Azenhas do Mar. A autarquia lamenta que a vitória das Azenhas do Mar, graças à mobilização de todos, seja politizada e transformada num caso que não faz o mínimo de sentido", lê-se numa nota da candidatura de Basílio Horta enviada à Lusa.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon