Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Candidatura do Livre luta por melhores comboios e autocarros em Oeiras

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/09/2017 Administrator

A modernização da linha ferroviária de Cascais e a renegociação da concessão da transportadora rodoviária Vimeca foram hoje defendidas pela candidata do Livre à Câmara de Oeiras, numa viagem de comboio e autocarro entre Algés e Porto Salvo.

"Há várias coisas que podem ser feitas, a começar pela modernização da Linha de Cascais e a sua articulação com a Linha de Cintura, em Alcântara, podemos renegociar a concessão da Vimeca e realmente exigir um serviço de transporte rodoviário que esteja adaptado ao concelho", afirmou Safaa Dib.

A cabeça de lista do Livre à câmara desloca-se de transportes públicos entre a sua residência, em Algés, e o trabalho numa editora livreira, num parque tecnológico em Porto Salvo.

"Não tenho ligação direta de Algés ao Taguspark, embora o percurso de carro seja de cerca de 15 a 20 minutos, se não estiver muito trânsito. Sou obrigada a ir a Paço de Arcos de comboio, são três estações de comboio, e em Paço de Arcos apanho a carreira", resumiu a candidata de origem libanesa.

Entre as críticas à Vimeca estão os preços das viagens, a escassa frequência de carreiras, a frota desadequada às vias estreitas, paragens na berma de estradas e a limitada oferta noturna.

"Não há praticamente serviço noturno nos transportes públicos, portanto uma pessoa que se queira deslocar, tanto a nível de trabalho, que precise de ficar no seu trabalho até mais tarde, não tem à noite transporte público para voltar a casa", lamentou o candidato do Livre à assembleia municipal, Tomás Pereira.

O candidato do Livre à assembleia municipal acrescentou que, "mesmo por questões lúdicas, um jovem que queira ir beber uma cerveja" a outra zona do concelho "está obrigado a recolher também a uma determinada hora da noite ou a gastar fortunas em táxis".

"É necessário criar também um plano de reformulação da avenida Marginal, para que seja possível que a Marginal tenha um transporte público em paralelo com o comboio", defendeu Safaa Dib, advogando "um transporte público eficiente, moderno e rápido, que faça a ligação entre o litoral e todos os parques" empresariais.

A promoção do uso da bicicleta, de veículos partilhados e da mobilidade elétrica, incluindo a "progressiva adoção de frotas elétricas pelos serviços municipais", são outras medidas do programa do Livre.

"A câmara tem obrigação de pressionar o Governo para obter os fundos necessários para que haja uma melhor mobilidade no concelho", frisou Safaa Dib.

Nas eleições de 01 de outubro apresentam-se 13 candidaturas à Câmara de Oeiras, do atual presidente Paulo Vistas (Independentes, Oeiras Mais À Frente), Isaltino Morais (Inovar Oeiras de Volta), Sónia Gonçalves (Renascer Oeiras 2017), Joaquim Raposo (PS), Ângelo Pereira (PSD/CDS-PP/PPM), Heloísa Apolónia (CDU), Miguel Pinto (BE), Pedro Torres (PAN), Safaa Dib (Livre), Isabel Sande e Castro (Nós, Cidadãos!), Pedro Perestrello (PNR), André Madaleno (PTP) e Alda Gameiro (PCTP/MRPP).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon