Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Carlos Teixeira acredita que vai ser a surpresa em Lisboa

Logótipo de O Jogo O Jogo 29/09/2017 Administrator

O candidato independente da coligação PDR e Juntos pelo Povo (JPP) à Câmara de Lisboa, Carlos Teixeira, mostrou-se hoje confiante de que o 'Lisboa Sim' vai ser a grande surpresa da noite eleitoral de domingo.

"Na pior das hipóteses, esperamos eleger alguém para a assembleia municipal, porque é preciso um terço dos votos que são precisos para as câmaras. E nas juntas de freguesia temos expectativas fortes. Penso que poderemos vir a ser a grande surpresa na noite das eleições", disse à Lusa, antes de arrancar para o périplo automobilístico que, esta noite, vai cruzar as ruas de Lisboa e que marca o final da campanha do 'Lisboa Sim'.

Carlos Teixeira reconheceu, no entanto, que uma coisa é aquilo que a coligação deseja e outra o que poderá vir a acontecer.

"Pelo trabalho desenvolvido e pela qualidade da equipa, entendo que mereceríamos ter gente eleita na câmara, na assembleia municipal e nas juntas de freguesia. Há juntas onde temos expectativas de vir mesmo a ganhar. Santa Clara é uma delas", apontou, assumindo que também está confiante num bom resultado nos Olivais, no Areeiro e no Lumiar.

À porta da sede de campanha, na Estrada da Luz, onde, em algazarra, os elementos da sua comitiva faziam a festa, o candidato à autarquia da capital confessou que o terreno tem sido a sua arma de campanha.

"Há pessoas que se convencem que ganham eleições nas sondagens, mas quem decide é o povo. Nós, só na nossa candidatura, temos 350 pessoas. Temos garantidos, pelo menos, 350 votos. Já estamos à frente dos últimos resultados eleitorais de um dos partidos da coligação, o JPP. Se cada um arranjar mais dez, pensamos ter, no mínimo, 3.500 votos. Já é um bom resultado", considerou.

O antigo presidente da Câmara de Loures pelo PS, entre 2001 e 2013, admitiu que voltar à rua, para encabeçar um movimento independente, foi uma experiência maravilhosa.

"Encontrei muita gente motivada. 90% das pessoas é a primeira vez que entram em qualquer campanha eleitoral, que participam como candidatos", destacou.

Nas eleições de 01 de outubro concorrem à presidência da Câmara de Lisboa Assunção Cristas (CDS-PP/MPT/PPM), João Ferreira (CDU), Ricardo Robles (BE), Teresa Leal Coelho (PSD), o atual presidente, Fernando Medina (PS), Inês Sousa Real (PAN), Joana Amaral Dias (Nós, Cidadãos!), Carlos Teixeira (PDR/JPP), António Arruda (PURP), José Pinto-Coelho (PNR), Amândio Madaleno (PTP) e Luís Júdice (PCTP-MRPP).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon