Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: CDS quer reforçar presença na Câmara de Monção

Logótipo de O Jogo O Jogo 08/08/2017 Administrator

O candidato do CDS à Câmara de Monção, José Luís Alves, disse hoje à Lusa que o "principal objetivo" do partido nas eleições de 01 de outubro é conquistar o segundo mandato na autarquia daquele concelho do Alto Minho.

"Vamos concorrer para ganhar a Câmara de Monção. Sabemos que é difícil mas temos uma equipa composta por muitos independentes que vai trabalhar junto dos indecisos e contrariar a abstenção registada há quatro anos. No entanto, não seria um mau resultado reforçar a presença na Câmara com a eleição de um segundo vereador", afirmou o gerente bancário de 50 anos.

José Luís Alves, que falava a propósito da apresentação, na quarta-feira, da candidatura à Câmara, Assembleia Municipal e Juntas de Freguesia do concelho, às 21:00, no cineteatro João Verde, adiantou que a "principal prioridade são as pessoas".

O atual vereador do CDS na Câmara de Monção acrescentou que a equipa que lidera "é inovadora e vai apostar na diferença".

"Há 20 anos que Monção tem sido governada da mesma maneira. Acreditamos que podemos fazer diferente e o turismo vai ser a nossa principal aposta. É um setor com um potencial enorme face às condições naturais do concelho", referiu.

Apontou, entre outras medidas, a valorização do vinho Alvarinho, a revitalização dos rios Minho, Gadanha e Mouro como forma de atrair investimento privado, a dinamização das zonas industriais para chamar empresas de última geração e a criação de um gabinete de apoio às empresas já instaladas no concelho para potenciar a exportação para mercados emergentes".

A lista do partido à Assembleia Municipal é encabeçada por Elisabete Amoedo.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon