Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: CDU defende que requalificação do mercado de Coimbra é urgente e fundamental

Logótipo de O Jogo O Jogo 15/09/2017 Administrator

O candidato pela CDU à Câmara de Coimbra, Francisco Queirós, defendeu hoje a requalificação do mercado municipal D. Pedro V, que considera urgente e fundamental para a própria dinâmica da Baixa da cidade.

"É fundamental requalificar este mercado. Neste país, há exemplos magníficos de como antigos mercados vieram a incluir zonas de restauração, o que atrai mais pessoas ao mercado", sublinhou Francisco Queirós, que falava à agência Lusa durante uma ação de pré-campanha no mercado municipal D. Pedro V, onde uma comitiva da CDU (PCP/PEV) distribuiu folhetos informativos da sua candidatura.

Para o candidato, "o mercado é fundamental para a própria Baixa".

A Baixa de Coimbra "com vida precisa de reabilitação do imobiliário, mas precisa de um equipamento destes - um equipamento que tem tudo que ver com aquilo que é um comércio tradicional, próximo das pessoas", frisou.

Segundo o cabeça de lista da CDU, a requalificação do mercado municipal, que deverá custar cerca de "um milhão de euros", está "teoricamente prevista", mas é necessário que se "avance rapidamente" com as obras.

Francisco Queirós notou que "há muitos espaços fechados" neste momento no mercado, sendo que "não é extremamente atrativo" e encontra-se "desatualizado".

"A Baixa precisa de ter serviços públicos, por isso defendemos a construção do novo tribunal, precisa que se mantenham os serviços da Câmara, espaços culturais, como o Teatro da Cerca, e precisa também deste mercado reabilitado", vincou.

Segundo o vereador da CDU, a reabilitação também vai permitir apoiar a produção local, considerando que o mercado também poderá ter um papel na alimentação nas escolas do concelho.

"Infelizmente, por uma série de razões, a alimentação [nas escolas] está concessionada a grandes empresas que oferecem comida de muito pouca qualidade a muito baixo preço", notou, defendendo que a alimentação deveria estar "baseada em produtos locais".

No entanto, face à falta de meios das autarquias, seria "demagógico dizer" que se pode acabar com as concessões "num ano", defendendo um processo gradual para ir reduzindo as concessões e criar "uma relação profunda" entre o mercado e a própria alimentação escolar.

Nas eleições autárquicas de 01 de outubro, são candidatos à Câmara de Coimbra o atual presidente da Câmara, Manuel Machado (PS), Francisco Queirós (CDU), Jorge Gouveia Monteiro (Cidadãos por Coimbra), Vítor Ramalho (PNR), Jaime Ramos (PSD/CDS-PP/PPM/MPT), José Manuel Silva (Somos Coimbra) e Vítor Marques (PAN).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon