Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: CDU/Gaia quer estudar linha fluvial de transporte público no Douro

Logótipo de O Jogo O Jogo 30/08/2017 Administrator

O candidato da CDU à Câmara de Vila Nova de Gaia, Mário David Soares, considerou hoje que o concelho tem "um grave problema de mobilidade" e avançou com a ideia de apostar numa linha fluvial, aproveitando o rio Douro.

"[O transporte público em Gaia] é grave porque é caro, é grave porque não cumpre horários e é grave porque não serve as populações, muito particularmente as que estão fora do centro. Precisamos de uma mobilidade articulada que sirva as populações e a nossa ideia é social, económica e ambientalmente interessante", disse Mário David Soares.

A CDU propõe, assim, "estudar uma linha fluvial que parta de Crestuma para servir as populações de Avintes, de Oliveira do Douro e até o concelho de Gondomar" porque, descreveu o candidato comunista, "às vezes demora uma hora e meia a fazer Avintes - centro de Gaia ou Porto, mas com esta linha fluvial a deslocação pode demorar 15 ou 20 minutos".

Numa conferência de imprensa que serviu para apresentar o programa eleitoral da CDU/Gaia, Mário David Soares também apontou a intervenção no centro histórico como prioridade, apontando como medida "regenerar, corrigindo a opção pela monocultura hoteleira, de modo a valorizar a identidade e a componente cultural".

"Queremos um centro histórico onde vivam pessoas que possam aproveitar o fator económico e o turismo mas onde se sintam bem. Defendemos o repovoamento do centro histórico que só tem valor se mantiver a sua identidade", disse o candidato.

E a propósito de turismo, Mário David Soares frisou que a CDU vai apresentar roteiros turísticos alternativos às frentes de rio e mar e ao centro, lembrando que "Gaia tem identidades próprias" e "um património de artes e ofícios muito rico" que pode ser um "fator de atração de pessoas", enumerando a carpintaria naval, a tanoaria, a cerâmica, entre outros.

A ideia de que Gaia pode ser a "Cidade das Artes" também foi hoje destacada pela candidatura da CDU que, com este projeto, quer "reduzir o fluxo financeiro para eventos de mero entretenimento e aumentar o apoio às iniciativas culturais e artísticas, designadamente a bienal, estimulando a criatividade e a participação".

Mário David Soares defendeu o fortalecimento das sinergias com o Município do Porto, nomeadamente no que se refere à potencialização do rio, dando como ideia a criação do "Festival do Douro" dedicado a várias vertentes da enologia, à música, tradição e história.

"Pensamos que se deviam criar sinergias entre os municípios. Temos a nossa identidade e o Porto tem a sua. As duas são identidades fortes mas podem complementar-se", disse o cabeça-de-lista da coligação PCP/PEV.

Uma nova travessia de metro e a construção de uma nova ponte à cota baixa também foram necessidades que Mário David Soares diz estarem identificadas e merecerem atenção pelos concelhos que partilham o rio.

No plano da educação, o candidato da CDU defendeu que devem ser escolhidos cursos e estimuladas ofertas educativas que "tenham em conta o desenvolvimento não só o atual como o desenvolvimento futuro" de Gaia.

No plano da economia, a CDU quer "direcionar esforços para captar investimento no setor produtivo, defender o emprego com qualidade e direitos, apoiar o comércio tradicional e de proximidade" e já no campo dos serviços públicos falou em "cuidar das condições físicas das escolas, das unidades de saúde e das instalações das Forças de Segurança".

Somam-se como candidatos a Vila Nova de Gaia, distrito do Porto, o atual presidente da câmara, Eduardo Vítor Rodrigues (PS), Cancela Moura (PSD/CDS-PP), Renato Soeiro (Bloco de Esquerda), Pedro Ribeiro de Castro (PAN) e Marisa Ribeiro (PTP).

As eleições autárquicas estão marcadas para 01 de outubro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon