Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: CDU/Gondomar quer criar Museu da Ourivesaria e atrair Ensino Superior

Logótipo de O Jogo O Jogo 08/09/2017 Administrator

O candidato da CDU à Câmara de Gondomar defendeu hoje a aposta no desenvolvimento das indústrias e setores tradicionais, com especial enfoque na ourivesaria, defendendo a criação de um museu e a atração de um polo de Ensino Superior.

Em declarações à agência Lusa, o cabeça de lista da coligação PCP/PEV, Daniel Vieira, apresentou propostas para a área do desenvolvimento económico de Gondomar, anunciando que se for eleito vai criar o pelouro da Indústria, Ourivesaria e dos Setores Produtivos Tradicionais.

"A questão do desenvolvimento económico do concelho é para a CDU muito importante. Em primeiro lugar, parece-nos importante a clarificação da malha industrial do concelho. E a última revisão do PDM [Plano Diretor Municipal] foi, nesse aspeto, uma oportunidade perdida. Também defendemos a criação de uma zona industrial na freguesia de Medas, zona do Alto Concelho, no nó das autoestradas A43 e A41", referiu Daniel Vieira.

O candidato que tem como 'slogan' de candidatura "Que seja agora - Gondomar 2017" falou da defesa da ourivesaria e dos setores tradicionais do concelho, nomeadamente da marcenaria e marchetaria e apontou áreas sobre as quais pensa que a Câmara Municipal deve intervir.

"Parece-nos que o Município tem de ser capaz de criar condições para atrair e fixar empresas e diversificar as atividades económicas, reduzindo a burocracia dos serviços municipais, criando incentivos fiscais para as pequenas e médias empresas capazes de gerar empregabilidade e promovendo a ligação entre a formação profissional e as empresas do concelho", disse o candidato.

Daniel Vieira quer desenvolver uma política de apoio ao pequeno comércio e aos produtos locais e promete "pugnar pela resolução de problemas que esmagam a ourivesaria" em Gondomar, concelho que é responsável por 60% de toda a ourivesaria nacional.

"É verdade que a Câmara recentemente conseguiu que a contrastaria [espaço ligado à Imprensa Nacional Casa da Moeda] se fixasse no edifício do GoldPark, mas a contrastaria está a criar problemas graves ao desenvolvimento do setor da ourivesaria", descreveu Daniel Vieira.

O candidato da CDU apontou saber que "em alguns casos os preços praticados pela contrataria (casas que servem para fazer a certificação de peças de ouro, prata e outros metais preciosos) é mais alto do que a própria peça e que os tempos de espera são injustificáveis".

"A Câmara diretamente não pode resolver o problema mas pode ter uma atitude de defesa do setor junto do Governo e não ouvimos nesse sentido uma única palavra ao longo deste mandato", disse Daniel Vieira.

A candidatura da CDU também quer criar o Museu da Ourivesaria, considerando que "não faz sentido que Gondomar com este potencial não tenha um museu sobre a área".

E, em articulação com escolas de 'design' de produto e joalharia, vai propor a fixação em Gondomar de um polo de Ensino Superior ligado à ourivesaria.

"Existe em Gondomar formação profissional e formação de ensino secundário mas era importante ir além e ter um nível de formação superior. A Universidade é um espaço que abre portas para outras áreas", concluiu o candidato.

Também são candidatos a Gondomar, distrito do Porto, Marco Martins (PS), Valentim Loureiro (Independente), Rafael Amorim (PSD/CDS-PP) e Rui Nóvoa (Bloco de Esquerda).

As eleições autárquicas realizam-se a 01 de outubro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon