Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Cidadãos por Coimbra defende eventual formação de autarcas sobre toxicodependência

Logótipo de O Jogo O Jogo 28/09/2017 Administrator

O candidato do movimento Cidadãos por Coimbra (CpC), Gouveia Monteiro, expressou hoje a ideia de poder vir a existir formação para autarcas e técnicos da área social sobre problemáticas do alcoolismo e toxicodependência, visando políticas de proximidade.

Em declarações à agência Lusa, no final de uma visita ao hospital psiquiátrico Sobral Cid, onde reuniu com responsáveis da unidade de tratamento e desabituação da toxicodependência, centro regional de alcoologia e serviços de psiquiatria, Gouveia Monteiro lembrou, no entanto, que o CpC não defende a municipalização da Saúde, argumentando que as funções centrais do Estado "não se fragmentam".

"Agora, há áreas muito importantes em que os autarcas devem conhecer o estado das unidades de saúde e outras áreas em que a intervenção dos municípios pode ser particularmente importante, quer no diálogo com a administração central quer na resolução de alguns problemas locais, quer em complementaridade de políticas", disse Gouveia Monteiro.

"Levo a ideia, que tem de ser ainda amadurecida no seio do próprio movimento, de poder haver sessões de formação para autarcas, como presidentes de junta, membros da Assembleia Municipal e técnicos da rede social do próprio município, em que várias destas pessoas que hoje nos forneceram dados, têm coisas muito importantes a dizer e têm conhecimentos para impregnar esse corpo ativo do município. É nestas políticas de proximidade que podemos ser mais úteis", defendeu.

Gouveia Monteiro destacou também a escassez de meios e problemas no edificado da unidade de saúde, localizada na periferia de Coimbra, nomeadamente um edifício do ministério da Justiça que alberga doentes inimputáveis "e onde qualquer pequeno acidente pode provocar uma tragédia", avisou.

"Foi-nos pedida a intervenção, no sentido de podermos pressionar a reabilitação desse edifício. Não é uma questão que o município deva resolver 'per si', mas pode ser intérprete das preocupações, como [podem] os deputados e todos aqueles que possam fazer coro desta reivindicação", alegou o candidato do Cidadãos por Coimbra.

Nas eleições autárquicas de domingo, são candidatos à Câmara de Coimbra o atual presidente, Manuel Machado (PS), Francisco Queirós (CDU), Jorge Gouveia Monteiro (Cidadãos por Coimbra), Vítor Ramalho (PNR), Jaime Ramos (PSD/CDS-PP/PPM/MPT), José Manuel Silva ('Somos Coimbra') e Vítor Marques (PAN).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon