Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Daniel Vieira (CDU) diz que falta de saneamento em Gondomar exige resposta imediata

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/09/2017 Administrator

O candidato da CDU à Câmara de Gondomar, Daniel Vieira, disse hoje que o concelho "tem problemas estruturais que têm de ser resolvidos", apontando o saneamento como "aquele que exige uma resposta mais firme e mais imediata".

"No momento em que há concelhos que estão a substituir o saneamento que colocaram há 40 e 50 anos, em Gondomar temos ainda uma vasta área do concelho que não tem saneamento", observou Daniel Vieira.

O candidato da CDU, cujo 'slogan' de candidata é "Que seja agora Gondomar 2017", afirmou que existem áreas, nas quais que "é urgente intervir".

"Estamos a falar da saúde pública das populações", precisou, referindo casos em freguesias urbanas como São Pedro da Cova, mas também na zona conhecida como Alto do Concelho, nomeadamente Melres e Medas, Foz de Sousa e Covelo, bem como Lomba.

"As Águas de Gondomar, muito habilidosas na busca do lucro, deixaram travessas e ruas para trás. É preciso uma Câmara que obrigue e responsabilize a empresa à qual concessionou o saneamento e as águas", referiu.

Daniel Vieira falava aos jornalistas após uma ação de campanha que decorreu em São Pedro da Cova, freguesia na qual é presidente de Junta eleito pela CDU, e num território marcado pela luta pela retirada das toneladas de resíduos perigosos ali depositados nas escombreiras das antigas minas.

"Aquilo que eu fiz enquanto presidente da Junta terá na Câmara uma outra dimensão. Se a Junta travou ao lado da população uma luta que trouxe resultados, como presidente da Câmara essa luta aumentará de intensidade. Exigiremos a completa remoção dos resíduos e planificaremos a requalificação de toda a área", referiu o candidato da CDU, sem deixar de fazer reparos aos atuais e anteriores líderes camarários.

"A Câmara devia ter tido um outro papel (...). A Câmara nem sequer é assistente no processo que corre no Tribunal. É a Junta que é", acrescentou Daniel Vieira.

O cabeça de lista da coligação PCP/PEV apontou que o concelho "tem muitas potencialidades" e que as três dimensões - património natural, material e imaterial - "são o que podem distinguir Gondomar".

"Há quem considere que o que nos distingue é o coração ora porque têm Gondomar no coração, ora porque o coração é de ouro, ora porque vibra mais, ora porque teme menos. Nós consideramos que o que nos distingue é o território (...). Queremos acarinhar e potenciar estas três dimensões para alavancar o desenvolvimento o nosso concelho", disse o candidato.

Por fim, Daniel Vieira descreveu o que tem sentido ao longo da campanha e deixou apelos: "Sentimos que o voto útil pode ser na CDU, sentimos que a CDU está a crescer, está com força e se a CDU crescer o concelho vai vencer".

São candidatos a Gondomar, distrito do Porto, o atual presidente da câmara, Marco Martins (PS), Rafael Amorim (PSD/CDS-PP), Valentim Loureiro (Independente), Daniel Vieira (CDU) e Rui Nóvoa (Bloco de Esquerda).

As eleições autárquicas realizam-se a 01 de outubro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon