Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Educadora de infância Ângela Bártolo é a candidata da CDU à Câmara de Sátão

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/07/2017 Administrator

A educadora de infância Ângela Bártolo é a candidata da CDU à Câmara de Sátão para resolver os problemas relacionados com a falta de água e apresenta um projeto que "não acarretaria muitos custos".

"Um dos problemas do concelho é a falta de água. Há muitas falhas de água, mas temos um projeto para resolver o problema, que não acarretaria muitos custos", sustentou.

Em declarações à agêwncia Lusa, Ângela Bártolo explicou que concorre pela segunda vez à Câmara de Sátão para dar continuidade ao que foi proposto há quatro anos e que "continua a fazer todo o sentido".

"Pretendo dar continuidade à luta pela reposição de freguesias, que neste concelho passaram de 12 a nove. Também quero lutar pela construção de uma rede de Estações de Tratamento de Águas Residuais e valorizar a proteção da floresta, investindo numa política ativa de educação ambiental", referiu.

De acordo com a candidata, de 50 anos, nas suas prioridades estão também a luta pelos serviços públicos, entre os quais o tribunal local.

"Temos o caso do Tribunal de Sátão, que com a primeira reforma judicial deixou de ser comarca e, recentemente, foi dada informação que vai ser apenas um juízo de proximidade. Isto não é nada bom para o concelho", apontou.

Nas suas preocupações estão também a dinamização da Casa da Cultura, que "está sem atividade cultural", e a proteção do comércio tradicional e da feira, que "não têm visibilidade".

Na 'corrida' autárquica estão também pelo PSD o atual vice-presidente da Câmara de Sátão, Paulo Santos, e o antigo governador civil de Viseu e ex-deputado socialista na Assembleia da República Acácio Pinto, pelo grupo independente 'Cidadãos Pela Nossa Terra', que contará com o apoio do PS.

Nas autárquicas de 2013, o PSD foi o vencedor, conseguindo 54,83% dos votos e quatro mandatos. O atual presidente, Alexandre Vaz, não pode voltar a recandidatar-se, devido à lei da limitação de mandatos.

O PS, com 33,44% dos votos, conquistou três mandatos.

As eleições autárquicas estão agendadas para dia 01 de outubro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon