Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Heloísa Apolónia (CDU) quer requalificação da ferrovia que serve Oeiras

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/09/2017 Administrator

A candidata da CDU à Câmara de Oeiras defendeu hoje que o próximo Orçamento do Estado deve incluir a requalificação da linha ferroviária de Cascais e que a estratégia de mobilidade passa pela Área Metropolitana de Lisboa.

"Nós reivindicamos esta requalificação da Linha de Cascais há muito tempo, (...) no próximo Orçamento do Estado será uma batalha de 'Os Verdes' também, de compromisso do Governo com a requalificação desta linha", afirmou à agência Lusa Heloísa Apolónia.

A deputada do PEV, que se candidata à Câmara de Oeiras na coligação também formada pelo PCP, acrescentou que se trata de um compromisso que assume "quer ao nível nacional, quer ao nível municipal".

"Nós consideramos que, relativamente à matéria dos transportes, e esta requalificação em concreto, não sendo da competência direta da câmara, nós não podemos aceitar que um presidente de câmara se possa desvincular da responsabilidade relativamente a esta matéria", frisou.

Para a candidata, o município tem a "responsabilidade de reivindicar junto de quem tem competência" para que a obra seja acelerada.

A candidata da CDU andou pelas ruas de Algés, com o cabeça de lista à assembleia municipal, Daniel Branco, e candidatos à freguesia, e salientou que a Linha de Cascais "está desfasada em termos da sua corrente elétrica da restante" rede ferroviária nacional, o que impossibilita a troca de material circulante com outras linhas, gera "quebras de horários e transtornos" à população.

Para Heloísa Apolónia, a resposta "tem de ser dada estrategicamente ao nível da Área Metropolitana de Lisboa".

A deputada distribuiu folhetos na zona comercial de Algés e, nos jardins do Palácio Anjos, uma idosa recusou a oferta alegando que acabara de "tirar uma quantidade" de propaganda da caixa do correio.

Outra idosa comentou que nunca tinha votado, levando a candidata a aconselhar para "pensar melhor" e exercer o seu direito cívico.

"Para nós o comércio local reflete muito a dinamização também das próprias localidades e é um setor, digamos assim, que merece uma atenção particular por parte da câmara municipal", explicou Heloísa Apolónia, que acusou "as diferentes gestões camarárias" de desprezar os comerciantes locais.

Nas eleições de 01 de outubro são candidatos o atual presidente Paulo Vistas (Independentes, Oeiras Mais À Frente), Isaltino Morais (Inovar Oeiras de Volta), Sónia Gonçalves (Renascer Oeiras 2017), Joaquim Raposo (PS), Ângelo Pereira (PSD/CDS-PP/PPM), Heloísa Apolónia (CDU), Miguel Pinto (BE), Pedro Torres (PAN), Safaa Dib (Livre), Isabel Sande e Castro (Nós, Cidadãos!), Pedro Perestrello (PNR), André Madaleno (PTP) e Alda Gameiro (PCTP/MRPP).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon