Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Hernâni Dias reforça maioria do PSD em Bragança

Logótipo de O Jogo O Jogo 02/10/2017 Administrator

O atual presidente da Câmara de Bragança, Hernâni Dias, foi reconduzido, no domingo, para um segundo mandato, mantendo a liderança de 20 anos do PSD no município da capital de distrito e reforçando a maioria social-democrata.

O autarca reeleito elegeu cinco vereadores e o PS dois, num total de sete, com o PSD a ganhar mais um eleito na vereação e a subir a votação em percentagem e número de votos, passando de 9.449 para 10.859 votos e de 47,24% para 56,84%.

O PS teve mais 21 votos que em 2013, ficando com 27,35%. O candidato socialista, Carlos Guerra, mostrou-se "triste por os brigantinos não terem querido mudar.

Já Hernâni Dias, o presidente reeleito, sublinhou o "reforço da vitória de há quatro anos" e a "renovação do voto de confiança" do concelho de Bragança.

"A partir de hoje, estaremos novamente a lutar pelos interesses da população, numa perspetiva de melhorar os resultados conseguidos ao longo do tempo", declarou o autarca reeleito.

O PSD ganhou 34 das 39 freguesias do concelho, enquanto cinco ficaram para o PS, que não apresentou listas em quase metade do total.

Os resultados oficiais do concelho de Bragança só foram conhecidos perto das 03:00 de segunda-feira devido à recontagem de votos na maior freguesia de todo o distrito de Bragança e maior que a esmagadora maioria dos concelhos da região, a União de Freguesias da Sé, Santa Maria e Meixedo.

A freguesia da cidade de Bragança votou maioritariamente no PSD, mas a oposição conseguiu mais mandatos junta que o presidente eleito, o social-democrata Telmo Afonso.

O PSD fica com oito lugares, o PS com quatro e o atual presidente, José Pires, eleito pelo PSD, que se candidatou como independente, ficou com sete mandatos.

O PSD ganhou também na Assembleia Municipal com a maioria dos eleitos.

Na votação para a Câmara Municipal, o CDS-PP reforçou a votação de 413 para 796 votos, ficando com 4,17%, O Bloco de Esquerda subiu de 207 para 522 votos, obtendo 2,73%, a CDU manteve os 400 votos com pouco mais de 2% e o PDR alcançou 321 votos, correspondentes a 1,68% da votação.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon