Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Jerónimo destaca contributo da CDU contra teses de "desastre económico"

Logótipo de O Jogo O Jogo 24/09/2017 Administrator

O secretário-geral do PCP destacou hoje o contributo do partido e de "Os Verdes" na reposição de direitos e rendimentos aos trabalhadores, pedindo mais votos nas autárquicas do próximo domingo.

Num comício autárquico em Alverca, Vila Franca de Xira (distrito de Lisboa), Jerónimo de Sousa disse que estão a ser a própria realidade e os bons resultados económicos, por exemplo, a desmentir tanto as "teses" de "desastre económico" iminente, como aquelas que defendem que há que cumprir escrupulosamente as "imposições" da União Europeia, numa espécie de "resumo da matéria dada".

"Não é ainda o que é justo e se impõe, mas são avanços. Avanços que são o resultado da nossa intervenção e da luta dos trabalhadores e das populações e não dádiva do Governo do PS, que noutras circunstâncias nunca adotaria, como nunca adotou, no seu programa de partido. Só não vê quem não quiser ver: muito do que se tem conseguido em matéria de direitos e rendimentos vai para além do que o Governo PS admitia no seu programa", disse.

Ao sexto de 11 dias de caravana eleitoral pelo país, o líder comunista avançou esses avanços alcançados, como o aumento das reformas e do abono de família, a gratuitidade dos livros do ensino básico, a redução das taxas moderadoras, o apoio extraordinário a desempregados, o combate à precariedade na Administração Pública ou a redução do Pagamento Especial por Conta.

A diminuição dos custos dos combustíveis em atividades ligadas às pescas e a "recuperação de serviços públicos e funções sociais do Estado" (na saúde, na educação e nos apoios sociais) foram outros exemplos dados.

"Prova-se assim, desmentindo as teses da política de direita, do grande capital, da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional, que o reforço dos direitos, a melhoria das condições de vida são os elementos estruturais do desenvolvimento e fazem bem à economia portuguesa. Nesta nova fase da vida nacional caíram por terra os argumentos do desastre económico que significaria o aumento do salário mínimo", afirmou.

Para Jerónimo de Sousa, "hoje não há fundamento contra a subida do salário mínimo nacional e não há justificação para recusar a justa proposta de aumento para 600 euros já no início do próximo ano", até porque a evolução do valor médio do subsídio de desemprego era "em 2012 de 541 euros, em 2015 já apenas de 483 euros e em julho de 2017 de 461 euros".

Em Vila Franca de Xira, a CDU (PCP/PEV) concorre à Câmara Municipal com Regina Janeiro, atual vereadora no Barreiro.

São também candidatos em Vila Franca Helena de Jesus (PSD/CDS-PP/MPT/PPM), o atual presidente, Alberto Mesquita (PS), Carlos Patrão (BE) e Adélia Gominho (PAN) e Vítor Dias (PTP).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon