Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Marco Martins (PS) quer "continuar a baixar" desemprego em Gondomar

Logótipo de O Jogo O Jogo 15/09/2017 Administrator

O candidato do PS à Câmara de Gondomar fez hoje um balanço "muito positivo" das medidas que "culminaram na baixa da taxa de desemprego no concelho" e avançou que quer reduzir nas taxas e criar duas novas zonas industriais.

Em declarações à agência Lusa, à saída de uma reunião no Centro de Emprego de Gondomar, Marco Martins, que se candidata a um segundo mandato, revelou que, de acordo com dados do Instituto de Emprego e Formação Profissional, em junho de 2017 o número de desempregados no concelho era 10.472, enquanto em dezembro de 2013 era 16.414.

"Esta visita permitiu verificar que de facto, felizmente, e acompanhando a tendência nacional, os números de desemprego em Gondomar têm baixado. Esta realidade deixa-nos naturalmente satisfeitos, mas queremos mais", disse.

Marco Martins recordou que há quatro avançou com o objetivo de aumentar 1.000 postos de trabalho por ano e, seguindo essa lógica, o candidato do PS tinha "esperança" que o número de empregos tivesse aumentado em "pelo menos 3.500".

"Na realidade, a redução de desempregados foi de quase o dobro, o que quer dizer que o nosso objetivo foi atingido quase em o dobro. Há mais emprego, há melhor economia no concelho e melhores condições de vida. Mas o nosso objetivo é acompanhar este ritmo no próximo mandato através de um dos pilares fundamentais da candidatura que é o desenvolvimento económico e a atração do investimento", disse Marco Martins.

O candidato, que tem como 'slogan' "Gondomar Mais Futuro", vincou que quer "ultrapassar a barreira dos 10.000 desempregados" e, além de recordar medidas implementadas pelo seu executivo camarário, avançou com novas propostas.

"Aprovámos há cerca de um ano e meio, e está agora a começar a dar frutos, a redução de taxas para os investidores. Aprovámos uma redução de 25% à cabeça para taxas na área da agricultura, ambiente e turismo. E também uma redução de 5% por cada 10 postos de trabalho criados. Vamos duplicar essa redução - 10% por cada 10 postos de trabalho - e criar duas zonas industriais", disse.

Medas, junto ao nó da A43, e São Pedro da Cova são as localizações escolhidas, somando-se a criação de uma Via Verde para o investidor.

"Será uma porta de contacto direta do investidor com a Câmara. Para que o investidor tenha a vida burocrática desburocratizada. Para que os investidores se sentam mais e melhor acolhidos em Gondomar e possamos criar mais emprego em Gondomar", concluiu.

São candidatos a Gondomar, distrito do Porto, Marco Martins (PS), Rafael Amorim (PSD/CDS-PP), Valentim Loureiro (Independente), Daniel Vieira (CDU) e Rui Nóvoa (Bloco de Esquerda).

As eleições autárquicas realizam-se a 01 de outubro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon