Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: "Movimento 51" recandidata Filipe Viana à Câmara de Ponte de Lima

Logótipo de O Jogo O Jogo 14/09/2017 Administrator

O atual vereador do "Movimento 51" na Câmara de Ponte de Lima, Filipe Viana, vai recandidatar-se à liderança daquele município do Alto Minho "convicto de que vai ser eleito presidente" nas autárquicas de 01 de outubro.

"Assumo essa convicção. Certezas ninguém as tem, mas tenho a convicção e fundamentos para acreditar que vou ser o próximo presidente da Câmara de Ponte de Lima", disse hoje à Lusa o advogado de 41 anos.

Natural da freguesia de Vitorino das Donas, Filipe Viana disse que "há quatro anos aconteceu o impossível, quando o movimento independente conquistou o primeiro mandato no executivo municipal e se tornou na segunda força mais representada no concelho".

Filipe Viana adiantou que o projeto autárquico que lidera "é autêntico e assenta nos princípios de um serviço imparcial e permanente, em prol do bem comum de todas as famílias e na verdadeira abertura à sociedade civil".

A reavaliação da reforma administrativa, a descentralização das reuniões camarárias por todas as freguesias, criação de um sistema informático que permita aos munícipes o acesso automático a toda informação do município e elaboração de um Orçamento Participativo e a constituição de um conselho municipal de juventude são algumas das propostas do "Movimento 51".

Filipe Viana defendeu ainda a constituição "de um pelouro específico para a economia para atrair investimento e criar postos de trabalho qualificados, a criação de um conselho económico e social e a realização de reuniões mensais entre a autarquia e todos os agentes económicos do concelho ".

Em 2009, Filipe Viana concorreu àquela Câmara do Alto Minho pelo PSD. Em novembro de 2011, viu a concelhia local do PSD retirar-lhe a confiança política, alegando, na ocasião, falta de uma "coordenação sã e construtiva entre a ação política do partido e a ação deste militante".

Ainda assim, manteve as funções no executivo, enquanto vereador da oposição numa câmara historicamente liderada pelo CDS-PP.

Na corrida autárquica em Ponte de Lima estão o atual presidente da câmara e líder municipal do CDS-PP, Victor Mendes, Manuel Barros pelo PSD, Abel Batista pelo movimento independente "Ponte de Lima minha Terra", Filipe Viana pelo "Movimento 51", João Gomes pela CDU e Manuel Ribeiro da Costa pelo PPM.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon