Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Movimento de António Parada diz que há despesismo na Câmara de Matosinhos

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/09/2017 Administrator

Matosinhos, Porto 20 set (Lusa) - O candidato do Movimento de Cidadãos de Matosinhos - SIM - António Parada (apoiado pelo CDS-PP) acusou na terça-feira o atual executivo camarário de "despesista" e disse que o seu maior adversário nas eleições "era a abstenção".

Na apresentação da sua candidatura no clube Barranha SC, na freguesia da Senhora da Hora, António Parada assegurou que, caso ganhe as eleições, "os seus vereadores não irão ter ao seu dispor carros topos de gama", afirmando preferir aplicar esse dinheiro no "apoio ao associativismo".

"Comigo a presidente nenhum clube de Matosinhos irá ter uma carrinha paga pela câmara para seu usufruto exclusivo, pois já fizemos o levantamento das cerca de 300 coletividades e serão disponibilizadas 30 carrinhas para diariamente apoiar os clubes na sua prática desportiva", prometeu o candidato.

Garantindo apoio "ao futebol de formação" do concelho, disse que se empenhará pessoalmente "em conseguir apoios nas empresas" de Matosinhos para as equipas profissionais.

Assegurando que será a última vez que se candidata à Câmara de Matosinhos se não seja eleito presidente, António Parada garantiu à Lusa que "assumirá o cargo caso seja eleito vereador".

Divulgando que, se ganhar as eleições, criará "gabinetes da autarquia nas dez freguesias" do concelho, António Parada reservará um dia por mês para, "entre as 07:30 e a meia-noite", atender nesses gabinetes os utentes que precisarem dos serviços da câmara.

Questionado sobre quem é o seu principal adversário nesta eleição, Parada respondeu: "o meu maior adversário era a abstenção".

Contudo, lembrou que construiu uma equipa de "jovens até aos 40 anos, sem conotação nem vínculo político, e que pensam hoje o concelho muito à frente, apesar de terem estado sempre de costas para a política".

"Esses jovens não iam votar e hoje, mais do que ir votar, fazem parte do movimento", concluiu o candidato.

São candidatos à Câmara Municipal de Matosinhos, no distrito do Porto, Luísa Salgueiro (PS), Jorge Magalhães (PSD), José Pedro Rodrigues (CDU), Ferreira dos Santos (BE), Filipe Cayolla (PAN), Narciso Miranda (independente) e António Parada (independente com apoio do CDS-PP).

O executivo da Câmara de Matosinhos é composto por seis elementos do Grupo de Cidadãos Eleitores Guilherme Pinto por Matosinhos, dois do PS, um do PSD, um da CDU (com pelouro atribuído por Guilherme Pinto) e um independente.

As eleições autárquicas estão agendadas para 01 de outubro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon