Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: 'Nossa Viana' defende campus tecnológico e de inovação em Viana do Castelo

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/09/2017 Administrator

A coligação 'Nossa Viana' (CDS-PP/PPM) quer "incentivar o empreendedorismo jovem" na capital do Alto Minho, apostando na criação de um campus tecnológico e de inovação, que promova "a criação de postos de trabalho altamente qualificado".

"É um centro de investigação que pretende aumentar a fixação de jovens que queiram de algum modo empreender uma atividade no concelho", afirmou Ilda Araújo Novo, que apontou a medida como "fundamental" para a "criação de postos de trabalho qualificados" e para que "Viana do Castelo não continue a perder residentes todos os anos".

A professora de 59 anos, deputada do CDS-PP eleita pelo círculo de Viana do Castelo e que lidera a candidatura 'Nossa Viana', em coligação com o PPM, à presidência da Câmara nas eleições autárquicas de 01 de outubro, adiantou que aquele "campus" deverá funcionar em "articulação com a oferta formativa e os principais empregadores locais, de modo a garantir um melhor direcionamento da oferta (regular e profissional) para as necessidades do tecido económico".

Ilda Araújo Novo sublinhou que o índice do poder de compra dos vianenses situa-se abaixo da média nacional" e defendeu como "fundamental a redução das taxas municipais".

A candidata à autarquia de Viana do Castelo avançou ainda com outras propostas, nomeadamente "a redução do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) cobrado às famílias, a revisão das taxas de água, saneamento e resíduos sólidos e a devolução do IRS no máximo permitido por lei".

"Tudo o que seja dar rendimento às pessoas é fundamental para que possam gastar onde residem. As pessoas habitam onde é mais barato", disse, apontando a fixação de população como uma prioridade para contrariar um "centro histórico deserto, um comércio em declínio, que apenas surge no mapa em agosto e nos meses em que os turistas" visitam o concelho e os imigrantes regressam temporariamente do seu trabalho.

A concretização do acesso rodoviário ao porto de mar e a redução do preço do estacionamento na cidade são outras das medidas preconizadas pela candidatura "Nossa Viana" para promover a "dinamização económica da cidade", bem como, "a eliminação do pórtico de Neiva da autoestrada A28", situado à entrada de uma zona industrial do concelho.

Em alternativa, a coligação CDS/PPM propõe a inclusão da autoestrada que liga Viana do Castelo ao Porto "no regime complementar de redução de taxas de portagem a exemplo do que acontece com outras ex-SCUT [auto-estradas sem custo para o utilizador]".

Concorrem à presidência da Câmara de Viana do Castelo nas eleições de 01 de outubro o atual presidente José Maria Costa (PS), Hermenegildo Costa, pelo PSD, Ilda Araújo Novo, pela coligação CDS/PPM, Cláudia Marinho, pela CDU, Luís Louro, pelo Bloco de Esquerda (BE) e Filipe Costa, pelo Partido Democrático Republicano (PDR).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon