Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: PAN propõe sistemas de bicicletas e carros partilhados no Porto

Logótipo de O Jogo O Jogo 16/09/2017 Administrator

A candidata do PAN à Câmara do Porto, Bebiana Cunha, defendeu hoje a necessidade de implementar medidas sustentáveis ao nível da mobilidade na cidade, propondo a criação de ciclovias seguras e de sistemas de bicicletas e carros partilhados.

"Gostaríamos que a autarquia avançasse com o sistema de carros partilhados. Sabemos que, em termos de estudo, um carro partilhado significa, a médio prazo, oito viaturas próprias que são deixadas de ser usadas. Isto seria também uma solução para diminuir o trânsito na nossa cidade que é um dos problemas que temos", assinalou a candidata do partido PAN - Pessoas-Animais-Natureza.

Para Bebiana Cunha, "ao nível da mobilidade é necessário implementar medidas sustentáveis", propondo a ligação da cidade com ciclovias seguras e a criação de um "incentivo da autarquia para as pessoas usarem as bicicletas, por exemplo através de sistemas de bicicletas elétricas".

"Já temos exemplos de cidades europeias a fazerem estes programas de bicicletas partilhadas, elétricas ou não, a um preço simbólico, que as pessoas possam alugar semanalmente ou até mensalmente", explicou, defendendo ainda uma ligação entre todos os espaços verdes da cidade, não só para "aumentar a biodiversidade e mitigar a poluição do ar", mas também para promover a "saúde física e mental dos portuenses".

Ainda ao nível das políticas de mobilidade da cidade, Bebiana Cunha defende que os transportes públicos "têm de ter preços acessíveis para aliciar os cidadãos a utilizá-los, mais frequência, dar reais respostas às necessidades dos cidadãos, ou seja, nos sítios onde as pessoas precisam tem de haver transportes".

A candidata do PAN defendeu ainda uma visão sustentável das políticas de proteção animal na cidade que, criticou, "não têm sido uma prioridade, pois tudo o que acontece é feito de forma muito lenta e insuficiente".

"Já deveria estar implementada uma lógica de esterilização obrigatória para todos os animais que entram e saem do canil. Todos os animais que são adotados deveriam sair esterilizados porque se assim não for a probabilidade de voltarem ao canil muitos outros é demasiado elevada", salientou.

Criticando as atuais condições do canil municipal, que descreveu como "decrépito", Bebiana Cunha realçou que a autarquia deve "ser responsável por ter um espaço digno para os animais" da cidade, defendendo a "construção de um centro de recolha oficial de animais, devidamente adequado e legalizado, que seja um centro de bem-estar animal (...) e que seja, em termos políticos, visto como um centro transitório".

"Para isso é preciso desenvolver políticas de adoção eficazes e políticas de sensibilização da população para a importância de incluir um animal na sua família", sublinhou.

São candidatos à Câmara do Porto o independente Rui Moreira, apoiado pelo CDS-PP e MPT, o socialista Manuel Pizarro, Álvaro Almeida, pela coligação PSD/PPM, Ilda Figueiredo, da CDU, João Teixeira Lopes, do BE, Bebiana Cunha, do PAN, Costa Pereira, do PTP, Sandra Martins, do PNR, e Orlando Cruz, do PPV/CDC.

As eleições autárquicas realizam-se a 01 de outubro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon