Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Parada aponta criação de emprego como grande prioridade para Matosinhos

Logótipo de O Jogo O Jogo 08/07/2017 Administrator

O candidato independente a Matosinhos António Parada apontou hoje a criação de emprego, a promoção da cultura e do turismo e uma ação social mais participativa como as três grandes prioridades para promover a mudança e afirmar o concelho.

"O maior combate da minha vida tem como objetivo não deixar que nenhum jovem que seja formado, licenciado, preparado para o mercado de trabalho tenha que emigrar e deixar o seu país. Nós aqui temos parceiros económicos, temos todas as condições para os fixarmos em Matosinhos e por isso esta câmara terá uma atenção especial para com esses jovens, mas também para com aqueles que são menos jovens", afirmou à Lusa o candidato.

António Parada, que hoje irá apresentar a sua candidatura à Câmara de Matosinhos pelo "Movimento António Parada, Sim!", destacou a necessidade de criar emprego "através da captação de empresas" e da dotação das atuais de "todas as condições para que se mantenham no concelho e cresçam".

Uma das apostas para a criação de emprego e fixação de empresas, e assim "promover a mudança" e "dar voz a Matosinhos", é a construção no concelho daquela que espera ser "a maior escola hoteleira do país" e "já em projeto".

Já no âmbito da cultura e turismo, o independente defendeu ser preciso "dotar o concelho de polos de atração turística" e "que o Terminal de Cruzeiros deixe de ser um apeadeiro", no qual "as pessoas são carregadas para outros destinos".

"É um equipamento que está em Matosinhos e devia primeiro servir Matosinhos e depois servir o distrito, o país e até a Península Ibérica", referiu, assinalando que a finalidade não é "competir com o Porto ou outros destinos", mas sim "dar uma alternativa a quem visita" aquele concelho.

Nesse sentido, considera que no município "têm que ser criados alguns polos de atração turística tais como o Museu do Mar", um Roteiro Turístico Concelhio e até uma Surf House com alojamento gratuito para atrair um público mais juvenil.

Relativamente à ação social, o objetivo da candidatura de António Parada "é ter uma ação mais participativa junto das populações, de uma forma direta, através da criação de um fundo de emergência social, para comparticipar algumas situações na vida das pessoas. Também ajudar IPSS e fortalecer aquilo que é o seu papel junto da sociedade".

"De igual forma combater a exclusão social, travar um grande combate no isolamento da terceira idade, na sinalização de pessoas com alguma idade que ficam sozinhas", acrescentou, sublinhando ainda a necessidade de uma "aposta clara na parte mais jovem da população, nomeadamente na parte da criação de espaços de apoio como jardins-de-infância que sejam municipais ou que tenham comparticipação municipal".

A apresentação da candidatura de António Parada à presidência da Câmara de Matosinhos está agendada para hoje pelas 17:30 na Praça da Cidadania em São Mamede Infesta.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon