Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Paulo Portas veio dar exemplo de "tocar a reunir" no CDS-PP

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/09/2017 Administrator

O ex-presidente do CDS-PP Paulo Portas juntou-se hoje à atual líder para dar um exemplo de "tocar a reunir" no partido, apelando a "quem não é de esquerda" ou é "esquerda desiludida" a votar em Assunção Cristas.

"Eu acho que para quem não é de esquerda e, porventura, gente de esquerda desiludida, a doutora Assunção Cristas é a melhor opção no próximo domingo. É esse sinal que eu, como presidente do partido e amigo dela, pessoa que confia nela, quer dar", afirmou Paulo Portas.

Um prolongado abraço selou a aparição de Portas na campanha, numa ação entre duas pastelarias emblemáticas, a Luanda, no cruzamento da avenida de Roma com a Estados Unidos da América, de onde Cristas tinha partido em 'arruada', até à Mexicana, onde o antigo vice-primeiro-ministro a aguardava.

Paulo Portas disse estar no cumprimento de um compromisso que fez quando deixou a liderança centrista: "Na hora das eleições dar o exemplo daquilo que acho que os antigos presidentes de partido devem fazer: tocar a reunir".

"O que quero é dar este sinal que acho que um ex-presidente do partido, com 16 anos de exercício à frente do CDS, deve fazer. É também um sinal que eu dou para todos aqueles que em nome do CDS estão empenhados seja em listas próprias, seja em listas de aliança por todo o país. Eu sei o que são estas lutas", afirmou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon