Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Pedro Tavares é o candidato do Bloco de Esquerda à Câmara de Ílhavo

Logótipo de O Jogo O Jogo 01/08/2017 Administrator

O Bloco de Esquerda voltou a escolher o professor, e cofundador da Quercus, Pedro Tavares na região de Aveiro para concorrer à Câmara de Ílhavo nas próximas autárquicas, anunciou hoje a estrutura local do partido.

Depois de há oito anos ter integrado a lista do Bloco como número dois, Pedro Tavares foi cabeça de lista em 2013, mas não conseguiu ser eleito.

Numa nota enviada à comunicação social, o candidato define como prioridades para o município de Ílhavo "uma gestão equilibrada e sustentável dos recursos naturais, com particular ênfase para os que são essenciais à vida quotidiana".

"A criação de emprego, o apoio ao desenvolvimento local, o ordenamento do território, a mobilidade (municipal e intermunicipal), a satisfação plena dos direitos sociais e de cidadania dos ilhavenses, a garantia de equidade na oferta de infraestruturas sociais e educativas, a democratização cultural, o bem-estar animal, bem como a promoção de serviços públicos de qualidade e de uma maior justiça fiscal" são os tópicos que coloca no topo da sua agenda.

Pedro Tavares, de 49 anos, licenciado em Arte e Comunicação e com um mestrado em Ensino de Artes Visuais, integrou desde a adolescência várias associações juvenis, tendo começado a sua atividade como dirigente associativo no Clube de Paraquedismo Civil de Aveiro.

Foi igualmente fundador da secção de Aveiro da associação nacional de conservação da natureza Quercus e é presidente da secção de fotografia do Clube dos Galitos.

De 2003 a 2009, foi professor de fotografia na Escola Superior Artística do Porto, nas licenciaturas de Fotografia e de Cinevídeo.

Na disputa da presidência da Câmara de Ílhavo nas eleições de 01 de outubro está, também, Fernando Caçoilo (PSD), presidente da Câmara que se recandidata-se pelo PSD a um segundo mandato, Eduardo Conde (PS) e Carlos Pedro Ferreira (CDS-PP).

Nas últimas eleições autárquicas, o PSD obteve 44% dos votos (quatro mandatos), o PS 28% (três mandatos), o CDS-PP 7%, a CDU 5% e o BE 4%.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon