Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Pizarro (PS) promete manter terrenos para equipamento no PDM do Porto

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/09/2017 Administrator

O candidato socialista à Câmara do Porto prometeu hoje que "todos os terrenos" da autarquia classificados como "equipamento" vão manter essa classificação, exemplificando com o solo da antiga estação de caminhos-de-ferro da Avenida de França.

"Com o Partido Socialista, todos os terrenos classificados como equipamento manterão essa classificação", garantiu o cabeça de lista do PS, dando como exemplos os terrenos "ao abandono" na antiga estação de caminhos-de-ferro da Avenida de França, assim como os terrenos onde estava o campo de futebol do Ramaldense ou o caso de Arca de Água, local onde era previsto o campo do Salgueiros.

Em frente à Casa da Música, junto à Rotunda da Boavista, zona onde Manuel Pizarro fez hoje campanha eleitoral e onde se diz sentir em casa, por ter morado naquela zona em criança, o candidato comprometeu-se também a "prosseguir até ao fim uma revisão, transparente e participada, do Plano Diretor Municipal" (PDM) e reiterou que "todos os espaços que estão hoje classificados no PDM como espaços para equipamentos manterão essa classificação, "a não ser que existam alternativas na mesma zona que sejam melhores do ponto de vista do interesse público".

Para Pizarro, a questão da revisão do PDM é "muito relevante", porque a transformação da classificação de uso do solo é o "ponto mais central das questões de valor económico dos terrenos".

"Não vejo outras candidaturas a discutirem as questões que dizem respeito à revisão do Código Diretor Municipal (PDM). O Plano Diretor Municipal é um instrumento essencial do planeamento da cidade do futuro. (...) O plano é o momento que projeta uma cidade para o futuro", declarou aos jornalistas, desafiando os adversários políticos que concorrem com ele à Câmara a "clarificarem" qual a sua posição sobre aquela matéria.

Questionado pelos jornalistas sobre se esta promessa é uma medida para não haver mais "casos Selminho", Pizarro afirmou que não vão existir mais casos Selminho, porque assumiu o compromisso de até ao final de 2018 "realizar um inventário cadastral exaustivo de todo o património imobiliário da Câmara" e depois publicar esse inventário "no portal da Câmara".

A Câmara do Porto assinou em 2014 um acordo extrajudicial com a Selminho, empresa imobiliária da família de Rui Moreira, atual presidente da Câmara do Porto, em que ou devolve a capacidade construtiva ao terreno da empresa na Calçada da Arrábida, no âmbito da revisão do PDM em curso, ou será criado um tribunal arbitral para definir um eventual direito a indemnização àquela empresa.

São candidatos à Câmara do Porto nas autárquicas de 01 de outubro o independente Rui Moreira, apoiado pelo CDS-PP e MPT, o socialista Manuel Pizarro, Álvaro Almeida, pela coligação PSD/PPM, Ilda Figueiredo, da CDU, João Teixeira Lopes, do BE, Bebiana Cunha, do PAN, Costa Pereira, do PTP, Sandra Martins, do PNR, e Orlando Cruz, do PPV/CDC.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon