Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Pizarro (PS) quer Universidade do Porto com papel ainda mais ativo

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/09/2017 Administrator

O candidato do PS à Câmara do Porto, Manuel Pizarro, quer que a Universidade do Porto (UP) tenha um papel "ainda mais ativo" na vida da cidade, da área metropolitana e da região, nomeadamente na promoção da saúde oral.

"A UP já tem um papel central na afirmação do Porto, mas queremos reforçar ainda mais esse papel, por isso, acordei uma colaboração futura entre a câmara e a UP para utilizar os seus recursos na coesão social da cidade", disse hoje o socialista à agência Lusa.

Essa colaboração assentaria, desde logo, na promoção da saúde oral, explicou Pizarro, sublinhando que há hoje muitas pessoas que vivem em exclusão social e afastadas do mercado de trabalho por "problemas gravíssimos" de dentes.

"A consequência da cárie dentária ou a ausência de dentição inibe as pessoas de ter acesso ao mercado de trabalho", entendeu.

O candidato referiu que esta é uma "realidade oculta", mas que necessita de medidas, podendo a universidade ter uma ação central.

Assim, o objetivo da colaboração entre a câmara e a academia seria criar um programa especial de promoção da saúde oral acessível a todos os portuenses para ter "condições mais dignas", explicou.

Manuel Pizarro lembrou que a universidade tem uma grande tradição nesta área, podendo ser um "enorme contributo".

Outra das questões levantadas pelo candidato às eleições autárquicas foi o "enorme potencial" que pode ter a marca Porto na área das indústrias ligadas à saúde, porque reúne do que há de "mais extraordinário" em matéria de ciências da saúde.

"O propósito seria afirmar o Porto como um grande `cluster´ da saúde europeia e mundial", salientou.

O candidato socialista defendeu ainda a criação de uma agência da Área Metropolitana do Porto em Bruxelas para intervir na estratégia e regulamento dos programas europeus.

"Não temos aproveitado esses programas europeus da melhor forma, é essencial a criação desta agência para nos dar mais conhecimento e assim recorrer a eles de forma mais adequada", frisou.

Na sua opinião, o Porto não pode queixar-se apenas de negociações deficientes de apoios, tem de intervir de forma a garantir os interesses da cidade, da região e da área metropolitana.

Além de Manuel Pizarro, são candidatos à Câmara do Porto o independente Rui Moreira, apoiado pelo CDS-PP e MPT, Álvaro Almeida, pela coligação PSD/PPM, João Teixeira Lopes, do BE, Ilda Figueiredo, da CDU, Bebiana Cunha, do PAN, Costa Pereira, do PTP, e Sandra Martins, do PNR, e Orlando Cruz, do PPV/CDC.

As eleições autárquicas realizam-se a 01 de outubro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon