Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas/Ponta Delgada: Para Pedro Neves, as causas distinguem a sua candidatura

Logótipo de O Jogo O Jogo 11/09/2017 Administrator

O cabeça de lista do PAN -- Pessoas-Animais-Natureza à Câmara de Ponta Delgada diz que a candidatura do partido se distingue pelas causas, considerando esta diferença uma "mais-valia" na corrida para as eleições autárquicas de 01 de outubro.

"Temos muitos mais apoiantes e há uma simpatia crescente em relação às causas que o partido defende. São causas que não são faladas pelos outros partidos e isso é uma mais-valia, uma inovação, uma diferença", disse Pedro Neves à agência Lusa.

O cabeça de lista salientou que "a maior parte dos partidos vai pelos votos".

"O PAN ao defender, por exemplo, uma aposta na inclusão, está a defender uma minoria de pessoas e de votos", referiu.

Pedro Neves, assessor político do PAN, protagoniza a primeira candidatura do partido ao município da ilha de São Miguel, nos Açores.

O candidato, com 38 anos e que foi cabeça de lista pelos círculos de São Miguel e de compensação nas eleições legislativas regionais de outubro de 2016, é atualmente porta-voz do PAN nos Açores, comissário político nacional e cocoordenador da Secretaria de Organização Interna.

O cabeça de lista apoia o partido desde 2011. Três anos depois tornou-se militante, justificando a adesão ao PAN com a "paixão pelas causas ambientais, animais e de cidadania".

Pedro Neves considera ser "muito difícil o trabalho político numa região dominada pelo PSD e PS".

"Sentimos isso na pele, temos cada vez mais apoiantes, mas há quem não queira dar a cara. Tantos anos fomos governados pelo PSD e pelo PS que as pessoas ficam um pouco limitadas em espontaneamente apoiar o PAN", afirmou, considerando que nas eleições autárquicas uma vitória para o partido seria ter representação na assembleia municipal.

Sobre a eventual conquista de mandatos para a câmara, admitiu que é "mais complicado", mas "é um objetivo a atingir num futuro próximo".

Pedro Neves reconheceu ao atual executivo municipal, liderado pelo social-democrata José Manuel Bolieiro, algumas "notas positivas", de que exemplificou a "gestão dos recursos financeiros", contrapondo como aspeto negativo a situação do canil municipal.

O cabeça de lista apontou, por outro lado, a necessidade de "algum cuidado no turismo", preconizando para Ponta Delgada "turismo sustentável" e questionando que tipo de infraestruturas equaciona o município para responder ao crescimento do setor.

Por outro lado, Pedro Neves manifesta o desejo de ver uma cidade com uma "resposta inclusiva para os habitantes e turistas", considerando que o concelho está "muito limitado em termos de mobilidade rodoviária e pedonal".

"Vê-se também cada vez mais betão e a arborização não é tida em conta, pelo que tem de haver um plano de arborização", defendeu o cabeça de lista.

Garantindo que se for eleito desvincula o município da construção da incineradora de resíduos de São Miguel, Pedro Neves apontou também esta como uma das causas do PAN, neste caso no âmbito da "natureza e saúde pública".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon