Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas/Porto: Sandra Martins, candidata do PNR "contra a falta de valores morais"

Logótipo de O Jogo O Jogo 11/09/2017 Administrator

Sandra Martins, de 42 anos, é a candidata do Partido Nacional Renovador (PNR) à Câmara do Porto, apresentando como objetivo "lutar contra a falta de valores morais" e como prioridade "abolir" o IMI nas primeiras habitações.

Sandra Martins, que trabalha na área do marketing e tem formação em terapias naturais e alternativas, revelou à Lusa que o propósito da candidatura é, ainda, "conseguir um bom resultado e a projeção do partido e do nacionalismo na cidade".

Com o lema "Fazer das tripas coração, por um Porto mais nacionalista", Sandra Martins indicou igualmente a intenção de "defender os direitos humanos, dos animais e a preservação do ambiente".

Na nota biográfica enviada à Lusa, a candidata destaca que não "abre mão dos principais valores apreendidos ao longo da vida" e apresenta-se como "nascida e criada em Matosinhos, tendo vivido alguns anos no Porto e na Maia, onde casou e foi mãe".

Descreve uma experiência de 12 anos no departamento de marketing de uma empresa, seis anos num departamento comercial, cinco anos num departamento financeiro e dois anos em "gestão de eventos".

Assinala ainda "várias formações em terapias alternativas" e "naturais", bem como em "medicina tradicional".

O PNR justifica a candidatura ao Porto com o facto de ter "triplicado a votação" no distrito e no concelho entre as legislativas de 2011 e as de 2015.

A página da Internet do partido e o seu coordenador da zona Norte referem tratar-se da primeira candidatura do PNR à Câmara do Porto, mas tal já aconteceu em 2005, como mostram os resultados eleitorais daquele ano disponibilizados pelo Ministério da Administração Interna e pela Comissão Nacional de Eleições, consultados pela Lusa.

Naquela votação, o PNR alcançou no Porto 0,09% dos votos.

De acordo com o partido, "a justiça social, a fixação de portuenses na sua cidade e o combate ao Imposto Municipal sobre Imóveis [IMI] serão pontos fundamentais" da candidatura de Sandra Martins, escolhida para "defender os valores nacionalistas", nomeadamente "a ética na gestão pública, o rigor orçamental e a redefinição de prioridades".

O PNR acrescenta que Sandra Martins considera "muito importantes e específicas" questões como "o ruído na Via de Cintura Interna (VCI), o Edifício Transparente, as assimetrias geradas com a invasão de habitações de luxo nas imediações do Parque da Cidade e a recuperação do bairro do Aleixo".

À Lusa, a candidata disse ter entre as prioridades a fixação dos portuenses na cidade, o que poderá acontecer através de "uma restrição ao alojamento local".

Nas autárquicas marcadas para 01 de outubro, o PNR apenas apresenta lista à Câmara Municipal.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon