Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: PS/Gondomar quer investir 7ME em habitação social e entregar 300 casas

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/09/2017 Administrator

O candidato do PS e presidente da Câmara de Gondomar disse hoje que, se for reeleito, conta investir sete milhões de euros em habitação social no próximo mandato, estimando ser possível entregar, "pelo menos, entre 250 a 300 casas".

Marco Martins avançou, em declarações à Lusa, que "estão em fase de projeto intervenções ao abrigo do PEDU (Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano) ou do programa ligado à eficiência energética para empreendimentos em Baguim do Monte, Triana e Carreiros (Rio Tinto), Lomba, Monte (Valbom), Tardariz (São Pedro da Cova) e Fontela (S. Cosme).

Em jeito de balanço do mandato que agora termina, o autarca apontou que foram investidos cinco milhões de euros na recuperação dos edifícios e na reabilitação interior de cerca de 200 apartamentos.

"Neste mandato recuperámos 1.031 habitações das 3.950 que o município tem e entregámos 150 casas. Temos tido o cuidado de nunca entregar casas sem estarem habitáveis ao contrário do que aconteceu antes. No último mês do executivo anterior foram entregues 49 casas, todas sem condições de habitabilidade", descreveu Marco Martins.

O cabeça de lista do PS enumerou que, em curso ou já concluídas, foram feitas intervenções no Monte Crasto (S. Cosme), Areias (Rio Tinto), Santa Bárbara (Fânzeres), Melres e Medas, reconhecendo que "ainda existem mais de 3.000 pedidos de habitação", mas contando que, quando iniciou funções, "existiam 7.000".

"Atualizámos a base de dados, os agregados e rendimentos e houve muita gente que desistiu por força do programa 'Mais Habitação' porque, com o apoio na renda na hipoteca bancária dado pela Câmara, muitas famílias passaram a ter nesse programa uma alternativa", explicou o candidato que usa como 'slogan' "Gondomar Mais Futuro".

Marco Martins falava após visitas a empreendimentos sociais localizados em São Pedro da Cova, território do concelho que tem mais habitação social e onde existe o chamado bairro dos Lameirões, no Tardariz - um conjunto de 21 pré-fabricados que acomodam mais de duas dezenas de famílias, a maioria de etnia cigana.

"Já reuni com todos. Estamos neste momento a recuperar apartamentos sociais para lhes entregar até ao Natal. Mal estejam todas as pessoas alojadas, o bairro que lá está será demolido. Na área já existe uma míni-zona industrial e com esta demolição será triplicada a área industrial em São Pedro da Cova", concluiu.

São candidatos a Gondomar, a 01 de outubro, Marco Martins (PS), Rafael Amorim (PSD/CDS-PP), Valentim Loureiro (independente), Daniel Vieira (CDU) e Rui Nóvoa (BE).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon