Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: PS/Gondomar vê mobilidade como "um dos grandes eixos" do próximo mandato

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/09/2017 Administrator

O candidato do PS à Câmara de Gondomar apontou hoje a área da mobilidade como "um dos grandes eixos para o próximo mandato", avançando com propostas como o lançamento de transporte porta-à-porta ou a generalização do 'Andante'.

"Já evoluímos muito neste mandato, mas esta é uma grande aposta para o futuro. A mobilidade é um dos grandes eixos para o próximo mandato", disse à agência Lusa o candidato do PS, Marco Martins.

A candidatura socialista, que usa como 'slogan' "Gondomar Mais Futuro", tem como propostas para a área da mobilidade generalizar a todo o concelho o 'Andante', o título de transporte da área metropolitana do Porto, o que implica, disse Marco Martins, uma revisão dos zonamentos, colocar 100 abrigos nas paragens de passageiros, bem como estender a rede de ciclovias e passeios.

O candidato do PS/Gondomar também aponta que, se vier a ser eleito, vai criar na zona conhecida como Alto Concelho e zonas mais isoladas um transporte porta-a-porta a pedido, solução que é já usada em locais interiores como no Alentejo ou no Alto Douro.

Marco Martins também avançou que quer lançar, no próximo ano, uma aplicação que permita ao utente estar na paragem e saber quanto tempo vai demorar o próximo autocarro, algo que existe para a STCP (Sociedade de Transportes Coletivos do Porto), sendo objetivo generalizar a todos os operadores.

"Trata-se de uma aplicação 'online' sobre oferta, horários em tempo real e custos", descreveu Marco Martins, sem esquecer a reivindicação antiga de levar o metro ao centro do concelho.

"O objetivo é que seja lançado o concurso para o projeto de execução no próximo ano, de forma a que, em 2020, quando entrar o novo quadro comunitário, o projeto da linha de Gondomar - Porto Oriental esteja preparado", explicou.

Em causa está um traçado que tem início no Largo do Souto, em S. Cosme, concelho de Gondomar, passa pelo hospital e pelo centro de Valbom, e chega a Campanhã, no Porto, passando entre o Largateiro e o parque oriental portuense.

Marco Martins, que preside à Câmara de Gondomar e se recandidata ao cargo, também revelou que está em discussão pública um regulamento que visa reduzir o custo do estacionamento pago à superfície, de 85 para 60 cêntimos/hora.

E, ainda em matéria de mobilidade, o candidato do PS fez um balanço do trabalho feito, lembrando a duplicação do número de linhas de Andante que, referiu, "eram 15 em 2013, atualmente são 29 e até ao final de setembro passarão a ser 31".

Somam-se as alterações feitas à rede existente como a passagem de autocarros pelo Hospital-Escola Fernando Pessoa e pelo centro de saúde de Gondomar, bem como a construção de 20 quilómetros de ciclovias e 15 quilómetros de novos passeios.

O cabeça de lista do PS, que na sexta-feira fez um passeio de autocarro para lançar estas propostas e antes, na quinta-feira, tinha visitado a feira de S. Cosme para fazer uma ação de contacto com a população e com os comerciantes, reservou para a próxima semana o anúncio de novidades sobre a área do comércio, nomeadamente sobre a feira de Rio Tinto e disse estar "muito confiante".

"Temos recebido muitas palavras de apoio e ânimo. As pessoas têm-nos dito que pretendem que Gondomar caminhe em frente, mantendo o rumo ao futuro. Ouvi várias pessoas a dizer que, pela primeira vez na vida, e por minha causa, irão votar no PS", afirmou.

Também são candidatos a Gondomar, distrito do Porto, Valentim Loureiro (Independente), Rafael Amorim (PSD/CDS-PP), Daniel Vieira (CDU) e Rui Nóvoa (Bloco de Esquerda).

As eleições autárquicas realizam-se a 01 de outubro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon