Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: PS/Santo Tirso apresenta queixa na CNE contra candidatura PSD/CDS

Logótipo de O Jogo O Jogo 24/07/2017 Administrator

O PS de Santo Tirso apresentou hoje queixa na Comissão Nacional de Eleições contra a candidatura do PSD/CDS às próximas autárquicas por "utilização indevida da base de dados do município e por violação da lei da publicidade comercial".

Em declarações à agência Lusa, o autor da queixa, Nuno Linhares, secretário coordenador da Secção do PS/Santo Tirso, apontou que a acusação visa a candidatura "Por Todos Nós" encabeçada por Andreia Neto que é adversária na corrida autárquica do atual presidente da câmara, o socialista Joaquim Couto.

Já em comunicado, o PS/Santo Tirso descreve que no dia 14, os funcionários do município receberam nos correios eletrónicos profissionais um convite para a sessão de apresentação da candidata do PPD-PSD/CDS, a qual aconteceu um dia depois.

"O que fica, uma vez mais, provado é que a candidatura 'Por Todos Nós' é detentora da base de dados dos funcionários do município, a que só pode ter tido acesso de modo indevido", lê-se na nota.

Os socialistas de Santo Tirso, distrito do Porto, adjetivam a situação descrita como "lamentável expediente", acrescentando que para além da candidatura "ter de esclarecer" a questão da proteção dos dados, é "ética e politicamente censurável a utilização da base de dados do município para o envio do convite relativo à sessão de apresentação".

"O comportamento da candidata da coligação contrasta bem com a forma de estar e de fazer política da candidatura 'Santo Tirso em Boas Mãos', que apenas utilizou a base de dados do partido para enviar convites aquando da apresentação oficial, dia 02 de julho, não misturando as funções de Joaquim Couto enquanto presidente da câmara municipal com as de candidato a um segundo mandato consecutivo", descreve o comunicado.

O PS/Santo Tirso frisa que "a propaganda política feita direta ou indiretamente através de meios de publicidade comercial é proibida a partir da data da publicação do decreto que fixa a data da realização das Eleições Autárquicas" e aconselha a candidatura da coligação PSD/CDS a mudar de 'slogan' para "Vale Tudo".

A agência Lusa contactou Andreia Neto que não quis comentar.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon