Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: PSD/Madeira diz que o "único objetivo" é ganhar todas as Câmaras da região

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/07/2017 Administrator

O líder do PSD/Madeira e presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, disse hoje, no Funchal, que o "único objetivo" do partido nas eleições autárquicas é "ganhar todas as Câmaras e Juntas de Freguesia" da região.

"Há uns tipos em Lisboa que já estão a fazer desenhos no caderno, para saber quando é que vão chegar ao poder regional por via das eleições autárquicas. A nossa função é dizer que eles vão pegar nesses cadernos e vão jogar para a lareira, para arder, e vão ter um grande desgosto", disse Albuquerque, vincando que "vitória é o único objetivo que nos move".

O dirigente social-democrata falava na tradicional Festa do Chão da Lagoa, nas zonas altas do Funchal, que contou com a presença do presidente do partido, Pedro Passos Coelho, e onde estiveram, segundo a organização, cerca de 25 mil pessoas.

"O Chão da Lagoa está cheio e vamos vencer as eleições autárquicas", realçou, assegurando que a vitória será "contundente".

Em 2013, o PSD perdeu sete dos onze municípios que constituem a Região Autónoma da Madeira, incluindo o Funchal, mas Miguel Albuquerque considerou que esses concelhos tornaram-se uma "desgraça", por via do governo da oposição.

"Vamos denunciar a mentira e o logro que foi a governação da esquerda nas câmaras da região", afirmou, alertando, em particular, para a autarquia funchalense (liderada pela coligação Mudança: PS, BE, PTP, MPT e PAN), que disse ter tido "a prior vereação desde o tempo de D. Manuel".

"O grande objetivo é salvar o Funchal da incompetência", realçou, destacando, por outro lado, que as eleições não se ganham em "sondagens, facebook, publicidade paga e cartazes mentirosos", mas sim no terreno, junto do povo e da população.

Miguel Albuquerque disse ainda que os compromissos do PSD, enquanto Governo Regional, serão "totalmente cumpridos" e apelou ao Governo da República para que faça o mesmo em relação à Madeira.

O problema que temos é um Governo da República que está preocupado com as eleições autárquicas e nós queremos apenas uma coisa: que cumpra os seus compromissos com a Madeira", afirmou, destacando o apoio à construção do novo hospital, a devolução da sobretaxa do IRS e um melhor subsídio de mobilidade para os transportes aéreos.

Albuquerque considerou também "inadmissível" que a Madeira pague ao Estado uma taxa de juro pela dívida mais alta do que o Estado paga ao FMI e às instituições financeiras.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon