Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: PSD quer dar vida ao centro histórico de Vila Real

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/09/2017 Administrator

O candidato do PSD à Câmara de Vila Real propõe um plano para a revitalização do centro histórico que passa pela criação de mil lugares de estacionamento, arrendamento jovem acessível e a requalificação do mercado municipal. A campanha oficial do PSD arrancou esta manhã no mercado municipal de Vila Real. António Carvalho, que lidera pela segunda vez a lista social-democrata à capital de distrito, distribuiu beijos e abraços e ouviu as queixas dos ...

O candidato do PSD à Câmara de Vila Real propõe um plano para a revitalização do centro histórico que passa pela criação de mil lugares de estacionamento, arrendamento jovem acessível e a requalificação do mercado municipal.

A campanha oficial do PSD arrancou esta manhã no mercado municipal de Vila Real. António Carvalho, que lidera pela segunda vez a lista social-democrata à capital de distrito, distribuiu beijos e abraços e ouviu as queixas dos comerciantes para as "baixas vendas" neste mercado tradicional de frutas e legumes.

"Com as pessoas não perdemos tempo, ganhamos", afirmou o candidato a um cliente, enquanto a outro adiantou que o PSD está sempre disponível "para conversar com as pessoas sobre as melhores soluções".

E, para António Carvalho, a solução para o mercado municipal passa pela sua requalificação, "tornando-o num espaço mais moderno e acolhedor para todos os utilizadores".

Um dos grandes problemas apontados pelo candidato e que se estende a todo o centro da cidade é a falta de estacionamento.

Por isso mesmo, anunciou a criação de "mil novos lugares de estacionamento nas zonas centrais da cidade", que sirvam quem cá trabalha e quem quer vir fazer as suas compras.

António Carvalho quer ainda "ampliar a rede de transportes públicos urbanos de Vila Real, com mais horários e trajetos adaptados às necessidades das pessoas".

O candidato reconheceu alguma dinâmica com "algumas lojas que vão surgindo", mas criticou a falta de "visão estratégica e de futuro" do atual executivo PS, liderado por Rui Santos, que, por exemplo, "anunciou uma pseudo loja do cidadão" para o centro, mas não adiantou soluções de mobilidade.

"O conjunto de 80 mil utentes que são esperados para as Finanças vai entupir por completo toda a circulação e estacionamento na cidade que já está complicado. É preciso pensar a montante, na criação de estacionamento que permita às pessoas vir à cidade", frisou.

No entanto, na sua opinião, só é "possível dar vida ao centro histórico com jovens e depois essa vida vai crescendo".

Por isso mesmo quer promover "a fixação nesta zona da cidade através de um plano de arrendamento jovem" para o qual será necessário "fomentar a requalificação das habitações".

Para esta zona, António Carvalho propõe ainda a criação do Centro de Empresas da Indústria Criativa e Novas Tecnologias.

Em Vila Real, as eleições de 01 de outubro vão ser disputadas entre o presidente da Câmara, Rui Santos (PS), António Carvalho (PSD), Joana Rapazote (CDS-PP), João Paulo Correia (CDU) e Mário Gonçalves (BE).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon