Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: PSD quer "nova maioria" em Évora para "recuperar orgulho dos eborenses"

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/09/2017 Administrator

O candidato do PSD à Câmara de Évora, António Costa da Silva, assumiu-se hoje como protagonista de "uma nova maioria", que quer "recuperar o orgulho dos eborenses", contra uma esquerda que "pouco trouxe" à cidade nos últimos 40 anos.

Numa manhã de campanha para as autárquicas do próximo domingo, realizada à porta de fábricas de Évora, o candidato, acompanhado sobretudo por jovens, distribuiu folhetos e esferográficas e, num tom otimista, manifestou-se convicto de que a população do concelho vai "sentir" no projeto social-democrata "uma nova maioria".

Apelando ao "voto útil" no PSD, António Costa da Silva disse esperar que os munícipes notem o seu "projeto diferente": "Não é um projeto daqueles que há 40 anos estão no poder na câmara, entre Partido Comunista e Partido Socialista, que pouco trouxe à cidade" e que lhe "tirou a centralidade e a esperança", considerou.

"Até muito do orgulho dos eborenses está perdido e queremos recuperar esse orgulho", afirmou o candidato social-democrata, mostrando-se satisfeito com o "crescendo de mobilização" e confiante na conquista da presidência da Câmara de Évora.

"Vamos ter um excelente resultado em Évora, é inquestionável. O objetivo é ganhar e estamos a lutar por isso", sublinhou.

Há quatro anos o PSD concorreu em coligação com o CDS-PP, elegendo um vereador, contra quatro da CDU e dois do PS.

O candidato dirigiu-se às pessoas que não votaram nas últimas autárquicas e que sintam o seu projeto como "mobilizador" e de "modernidade" para irem votar no domingo.

Num 'piscar de olhos' também à direita, António Costa da Silva disse esperar que esse eleitorado sinta que o voto no PSD é o "que contesta a esquerda" e que "de outra forma é um voto perdido".

Sobre os problemas de higiene e limpeza, uma das questões que mais têm dominado o debate político entre as seis candidaturas ao município, António Costa da Silva lembrou que "Évora tem um conjunto de problemas básicos que não estão resolvidos" e prometeu "aplicar bons projetos para que esta vergonha desapareça".

O cabeça de lista social-democrata prometeu ainda, caso seja eleito presidente, avançar com as obras de requalificação da Escola Secundária André de Gouveia, que substituiu o antigo Liceu Nacional de Évora.

Nas eleições autárquicas de domingo, concorrem à Câmara de Évora, além de António Costa da Silva (PSD), o atual presidente do município, Carlos Pinto de Sá (CDU), Elsa Teigão (PS), Maria Helena Figueiredo (BE), Pedro D'Orey Manoel (CDS-PP/MPT/PPM) e André Sapage (PAN).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon