Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Robles (BE) diz que é dever da Câmara responder a carência de creches em Lisboa

Logótipo de O Jogo O Jogo 15/09/2017 Administrator

O candidato do Bloco de Esquerda (BE) à presidência da Câmara Municipal de Lisboa apontou hoje que existe uma "carência ao nível do pré-escolar e das creches" na cidade, sendo dever do município solucionar esta questão.

Ricardo Robles visitou hoje a EB1 e Jardim de Infância do Vale de Alcântara, onde disse à agência Lusa que existe em Lisboa uma carência ao nível do pré-escolar e das creches, sendo "preciso que a Câmara assuma essa responsabilidade, que é sua".

"Estão prometidas 60 creches há oito anos e as maiorias absolutas do PS em Lisboa esqueceram-se disso. Fizeram 12 em oito anos e, por isso, é preciso repor este assunto em cima da mesa e assumi-lo como uma responsabilidade", precisou Robles.

O candidato referia-se ao programa B.a.Bá, criado pela autarquia em 2011 para dotar Lisboa de uma rede de creches públicas.

Para o bloquista, "a questão da educação e das escolas é um ponto essencial das prioridades para Lisboa" e por isso "é preciso que a Câmara repense esta lógica de distribuição geográfica das escolas e invista na sua recuperação".

A EB1 e Jardim de Infância do Vale de Alcântara localiza-se no Bairro da Quinta do Loureiro e é frequentada, neste ano letivo, por perto de uma centena de crianças.

Apontando que os "pais de fora do bairro não querem pôr cá as crianças, e os pais do bairro querem que as suas crianças saiam", o bloquista apontou que é necessário "encontrar uma solução para isto", e garantir que a cidade é partilhada por todos".

Já sobre o bairro, construído no final dos anos 90 junto à zona do antigo Casal Ventoso, Robles considerou que este "continua a ser um dos mercados de venda de droga" da cidade, e este flagelo pode ser combatido através de salas de consumo assistido.

"Não há nenhuma resposta sobre isto. Temos de nos sentar e perceber que isto é uma prioridade. Aliás, os próprios bairros já quebraram esse preconceito e já falam na necessidade de ter esse tipo de equipamentos", elencou.

A partir desta semana, a candidatura do BE à Câmara de Lisboa disponibiliza, na sua página na rede social 'Facebook', vídeos nos quais são apresentadas medidas do programa eleitoral em língua gestual portuguesa.

Nas eleições autárquicas de 01 de outubro concorrem à presidência da Câmara de Lisboa Assunção Cristas (CDS-PP/MPT/PPM), João Ferreira (CDU), Ricardo Robles (BE), Teresa Leal Coelho (PSD), o atual presidente, Fernando Medina (PS), Inês Sousa Real (PAN), Joana Amaral Dias (Nós, Cidadãos!), Carlos Teixeira (PDR/JPP), António Arruda (PURP), José Pinto-Coelho (PNR), Amândio Madaleno (PTP) e Luís Júdice (PCTP-MRPP).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon