Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Rogério Bacalhau insiste na ligaçao de Faro ao aeroporto por comboio

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/09/2017 Administrator

O candidato da coligação PSD/CDS-PP/PPM/MPT à Câmara de Faro, Rogério Bacalhau, insistiu hoje na necessidade de criação de uma ligação ferroviária entre a cidade e o aeroporto, que deveria também incluir a universidade.

A ligação, que é uma antiga aspiração do município, chegou a estar incluída no Plano Estratégico de Transportes e Infraestruturas, lançado pelo anterior Governo, mas a capital algarvia continua sem ligação por comboio ao aeroporto, localizado a poucos quilómetros da cidade.

"Temos proposto e vamos mandar para a Infra Estruturas de Portugal esse mesmo plano: uma ligação da cidade de Faro ao aeroporto, mas também à universidade, transpondo a ligação Faro-Olhão, junto da ria, para um ramal a norte da cidade", disse à Lusa Rogério Bacalhau, à margem de uma ação de campanha hoje realizada no centro da cidade.

Durante a manhã, uma dezena de apoiantes da coligação "Faro no Rumo Certo", encabeçada por Rogério Bacalhau, percorreu várias artérias do centro da cidade, distribuindo canetas, folhetos e jornais em lojas, cafés e esplanadas, onde ouviram elogios, mas também algumas queixas.

"A gente tem que desabafar para eles saberem o que é que existe", lançou uma idosa com quem a comitiva se cruzou, na Rua Conselheiro Bívar, queixando-se da degradação de uma fonte na zona de S. Luís, e da área envolvente, que considera não oferecer condições para os munícipes usufruírem do espaço.

Mais à frente, na rua Infante Dom Henrique, outra idosa viria a culpar Rogério Bacalhau pelo facto de a sua casa ter ido abaixo, na Praia de Faro, ao abrigo das demolições do Polis, ao que o atual presidente retorquiu: "a culpa não é minha e a prova disso é que a do meu sogro também foi abaixo".

Nos últimos dois anos, o executivo elaborou um Plano de Mobilidade e Transportes que contempla não só a transposição da linha ferroviária que separa a cidade da Ria Formosa para norte da zona urbana, como o aproveitamento do trajeto da linha que atravessa a zona ribeirinha para a implementação de meios de transporte mais suaves, entre outras medidas.

O projeto, que "carece ainda de estudos mais específicos", é uma das apostas que o atual presidente e candidato quer manter no próximo mandato, caso seja reeleito, a par da requalificação de toda a zona ribeirinha entre o Teatro das Figuras e o Largo de São Francisco, fazendo uma ligação "coerente" entre estes dois pontos.

"A zona da doca é uma zona nobre da cidade que levou pequenas intervenções ao longo de décadas e que está envelhecida, sem coerência e conforto absolutamente nenhum", concluiu o candidato.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon