Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas/Setúbal: Candidata do BE Sandra Cunha promete combater exclusão social

Logótipo de O Jogo O Jogo 15/09/2017 Administrator

O combate à exclusão social e a melhoria da mobilidade no concelho são duas prioridades da cabeça de lista do Bloco de Esquerda (BE) nas próximas eleições autárquicas de 01 outubro para a Câmara Municipal de Setúbal.

Licenciada em Sociologia e professora do Instituto Superior de Economia e Gestão, Sandra Cunha, de 44 anos, foi eleita deputada pelo Bloco de Esquerda nas eleições legislativas de 2015.

Sandra Cunha é filha de emigrantes em França, mas estudou em Portugal e aderiu ao BE depois de regressar ao país de origem.

Para a candidata do BE, a Câmara Municipal tem um papel importante na questão da habitação, como no combate à exclusão, que passa por integrar as pessoas e por lhes dar condições de vida, de mobilidade e de habitabilidade dignas.

Sandra Cunha considera também que é necessário melhorar os transportes na zona de Azeitão e em diversos bairros da cidade de Setúbal, designadamente nas Manteigadas e na Bela Vista.

A candidata acredita que poderá alcançar um "bom resultado", o que, a confirmar-se, poderá significar a eleição do primeiro vereador do BE para o executivo da Câmara Municipal de Setúbal.

Sandra Cunha terá como adversários a atual presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira (CDU), Fernando Paulino (PS), Nuno Carvalho (PSD), Ana Clara Birrento (CDS), Luís Teixeira (PAN), Fernando Firmino (PCTP/MRPP) e Sandra Isabel da Encarnação (PTP).

Em 2013, a coligação PCP/PEV, que governa o município setubalense com maioria absoluta, teve 41,93% dos votos (seis eleitos), o PS 26,41% (quatro eleitos) e a coligação PSD/CDS-PP 12,85% (um vereador). O BE não conseguiu representação no executivo sadino.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon