Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas/Setúbal: Nuno Carvalho quer recuperar votos perdidos pelo PSD

Logótipo de O Jogo O Jogo 15/09/2017 Administrator

A recuperação dos votos perdidos nos últimos anos pelo PSD em Setúbal é o principal objetivo do empresário Nuno Carvalho, cabeça de lista do partido nas eleições autárquicas no próximo dia 01 de outubro.

Licenciado em Direito pela Universidade Moderna de Lisboa (2001-2005), Nuno Carvalho, de 35 anos, possui uma especialização em Finanças pelo Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa (ISEG).

Em termos profissionais, Nuno Carvalho já exerceu funções de diretor geral da empresa NeoAsfalto e foi administrador não executivo de várias empresas na área petroquímica.

No início da carreira profissional, também desempenhou funções de consultor em várias empresas de consultoria. É também investidor na área da restauração e consultoria.

Atual presidente da Comissão Política Concelhia do PSD, Nuno Carvalho diz que o partido tem de crescer e conseguir uma posição relevante no concelho de Setúbal, lembrando que os social-democratas já ganharam várias eleições de âmbito nacional no concelho de Setúbal.

Nuno Carvalho liderou dois movimentos cívicos na cidade de Setúbal, um contra a criação de mais 5.000 lugares de estacionamento pago no centro da cidade e outro para a redução do IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) no concelho.

Convicto de que a política autárquica passa cada vez mais pela defesa de causas importantes para os munícipes, Nuno Carvalho quer conquistar o apoio de todos os que acreditam num "concelho mais competitivo e com mais oportunidades de emprego".

Nas eleições autárquicas de outubro, Nuno Carvalho terá como adversários a atual presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira (CDU), Fernando Paulino (PS), Ana Clara Birrento (CDS), Sandra Cunha (BE), Luís Teixeira (PAN), Fernando Firmino (PCTP/MRPP) e Sandra Isabel da Encarnação (PTP).

Em 2013, a coligação PCP/PEV, que governa o município setubalense com maioria absoluta, teve 41,93% dos votos (seis eleitos) e o PS 26,41% (quatro eleitos). O PSD concorreu em coligação com o CDS, tendo obtido 12,85% dos votos, elegendo apenas um vereador para o executivo camarário.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon