Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autarca filipino e outras seis pessoas morrem em rusga de campanha contra drogas

Logótipo de O Jogo O Jogo 30/07/2017 Administrator

A polícia filipina informou que um presidente de câmara que tinha sido listado pelo Presidente do país como estando ligado a drogas ilegais foi morto numa operação no sul do país, juntamente com outras seis pessoas.

A polícia explicou que os agentes iam apresentar mandados de captura a Reynaldo Parojinog, à sua filha, que era vice-presidente da câmara, e a quatro outros oficiais da cidade de Ozamiz, no domingo de manhã, quando os suspeitos abriram fogo.

O chefe da polícia, Timoteo Pacleb, disse que Parojinog e seis familiares e guarda-costas morreram durante a troca de tiros.

A filha de Parojinog, Nova Echaves, foi detida.

Parojinog negou qualquer ligação a drogas ilegais.

Milhares de suspeitos, a maioria pobres, morreram devido à campanha contra a droga do Presidente Rodrigo Duterte, que tem sido criticada por governos ocidentais e organizações de direitos humanos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon