Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autarquias do Alto Minho e Galiza com quase 3ME para cooperação transfronteiriça

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/07/2017 Administrator

Os 26 municípios portugueses e galegos banhados pelo rio Minho vão investir quase três milhões de euros em cooperação transfronteiriça, até 2019, no âmbito de dois projetos apresentados hoje em Tui, na Galiza.

Em causa estão os projetos "Visit Rio Minho" e 'Smart Minho' candidatados pela Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho e pela deputacion de Pontevedra ao Interreg V - Programa de Cooperação Territorial, ao abrigo do Programa Operativo de Cooperação Transfronteiriço Espanha-Portugal (POCTEP).

Um desses projetos, o "Visit Rio Minho", prevê um investimento de dois milhões de euros no aproveitamento das potencialidades económicas da marca "Rio Minho" como forma de "atrair turistas e criar emprego".

Aquela candidatura, aprovada em junho passado, integra ações conjuntas "de preservação e valorização do rio Minho transfronteiriço, como destino ecoturístico de excelência" e assenta no conceito "dois países, um destino".

Trata-se, refere o texto, de "um dos territórios mais interessantes a nível europeu por ser a zona de fronteira com maior percentagem de área protegida e classificada, a nível nacional e uma das maiores da Europa".

Já o projeto 'Smart Minho', com um investimento superior a 900 mil euros, vai apostar na cooperação institucional entre os 16 municípios da deputacion de Pontevedra e os 10 que integram a CIM do Alto Minho.

O projeto prevê a constituição do AECT - Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Rio Minho, responsável pela elaboração da "Estratégia Transfronteiriça Minho 2020".

Aquele planeamento estratégico conjunto prevê a implementação de um Plano Urbano de Mobilidade Sustentável que passa "pela criação de uma linha de transportes públicos a ligar as cidades de Vigo e Tui, na Galiza, a Valença e Viana do Castelo, no Alto Minho".

A gestão partilhada de equipamentos, a promoção conjunta de atividades culturais é outra das apostas incluídas no projeto hoje apresentado.

As candidaturas, elaborados pela UNIMINHO, associação transfronteiriça constituída pelos 26 municípios portugueses e galegos resultaram do trabalho desenvolvido no âmbito do Pacto do Rio Minho Transfronteiriço assinado em 10 de março de 2015, pelos 26 municípios banhados pelo curso internacional de água.

Com aquele acordo pretendem "reforçar a importância da cooperação transfronteiriça, reaproveitar e potenciar o rio Minho, do ponto de vista ambiental, turístico e captação de novos investimentos com vista à criação de postos de trabalho e à fixação de população naquela região".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon