Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autoridades impõem zona de exclusão aérea por festival de música na Figueira da Foz

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/07/2017 Administrator

A Autoridade Marítima Nacional (AMN) anunciou a imposição de uma zona de exclusão aérea na zona da praia do Relógio, na Figueira da Foz, onde de hoje a domingo decorre o festival de música eletrónica RFM SOMNII.

Em declarações à agência Lusa, Silva Rocha, comandante do porto da Figueira da Foz, disse que a interdição de sobrevoo de aeronaves aplica-se num raio de um quilómetro em redor do recinto do festival e até uma altitude de dois mil pés, cerca de 700 metros.

A restrição incide, nomeadamente, sobre avionetas com mangas publicitárias, uma das quais, na edição de 2016, "provocou alguns calafrios com um voo rasante", parapentes com motor e 'drones' particulares, estando apenas autorizados os drones da organização do festival, responsáveis pela captura de imagem ao longo das atuações dos dj.

"É uma medida de segurança, já que são esperadas cerca de 40 mil pessoas na praia por dia", frisou Silva Rocha.

De acordo com dados hoje divulgados pela AMN, a zona do festival de música sob jurisdição da Polícia Marítima - recinto propriamente dito e áreas anexas - ocupa uma área total de cerca de 12 hectares (120 mil metros quadrados, o equivalente a 15 relvados de futebol) e inclui, pela primeira vez, um parque de campismo temporário, com pouco mais de um hectare e espaço para 400 tendas.

O RFM SOMNII, um dos maiores festivais do mundo de música eletrónica, abre hoje as portas às 14:00 para a sexta edição, quinta na Figueira da Foz.

O cabeça de cartaz de hoje é o dj holandês Armin Van Buuren, especializado em música trance. Blasterjaxx (sábado) e Tiesto (domingo) são outros nomes de um alinhamento que inclui cerca de duas dezenas de artistas, a maioria estrangeiros.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon