Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autoridades turcas reforçam segurança nos jogos grandes

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/08/2017 Hugo M. Monteiro

Konyaspor foi condenado a cinco jogos à porta fechada, Besiktas a um.

As autoridades turcas anunciaram esta quinta-feira que vão reforçar as medidas de segurança durante os jogos de futebol mais importantes, depois de vários episódios de violência durante a Supertaça, ganha pelo Konyaspor frente ao Besiktas (2-1).

No jogo, perdido pela equipa de Pepe e Ricardo Quaresma, as imagens televisivas mostraram que as forças de segurança presenças foram insuficientes para conter uma invasão de campo por parte de milhares de adeptos, bem como vários confrontos entre apoiantes dos dois emblemas.

O comité disciplinar da Federação Turca de Futebol (TFF) condenou o Konyaspor a cinco jogos à porta fechada, enquanto o Besiktas terá de disputar um sem adeptos, com o presidente, Fikret Orman, a cumprir uma suspensão de 45 dias.

© REUTERS/Stringer

O ministro da justiça turco, Abdulhamit Gul, anunciou que foram emitidos quatro mandados de detenção para pessoas envolvidas nos confrontos, sendo que só bilhetes eletrónicos serão vendidos para as finais, com medidas adicionais a serem tomadas antes dos jogos da liga e Taça, dando especial atenção a provocações através das redes sociais.

"A nossa missão é garantir que o jogo é levado a cabo com segurança e que toda a gente se possa divertir", explicou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon