Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bacsinszky e Ostapenko nas 'meias' de Roland Garros entre os pingos da chuva

Logótipo de LusaLusa 06/06/2017 Ana Marques Gonçalves

Paris, 06 jun (Lusa) – A suíça Timea Bacsinszky e a letã Jelena Ostapenko escaparam à chuva para se tornarem nas primeiras semifinalistas de Roland Garros, ao derrotarem as mais credenciadas Kristina Mladenovic e Caroline Wozniacki.

Entre os pingos da chuva, Timea Bacsinszky, 31.º jogadora mundial, e Jelena Ostapenko, 47.ª do ‘ranking’, avançaram, respetivamente, pela segunda e pela primeira vez nas suas carreiras para as meias-finais de um ‘Grand Slam’, consumando o estatuto de maiores surpresas do quadro feminino.

Numa jornada sucessivamente adiada pela chuva, a primeira a qualificar-se para as ‘meias’ foi a tenista suíça, que 'estilhaçou' as esperanças francesas, ao afastar a gaulesa Kristina Mladenovic, 14.ª pré-designada, por duplo 6-4.

ETIENNE LAURENT/epa © EPA / ETIENNE LAURENT ETIENNE LAURENT/epa

Com o triunfo de hoje, Bacsinszky atingiu, pela segunda vez na carreira, esta fase em Roland Garros (a sua única presença na semifinal de um ‘major’ aconteceu precisamente em Paris, em 2015).

Pouco depois, no ‘court’ Suzanne-Lenglen, Jelena Ostapenko surpreendeu a antiga número um mundial Caroline Wozniacki, impondo-se em três ‘sets’, para se converter na primeira letã na 'Era Open' a marcar presença nas ‘meias’ de Roland Garros.

A dinamarquesa, 11.ª cabeça de série do ‘slam’ parisiense, até começou melhor, ganhando o primeiro ‘set’ por 6-4, mas deu-se mal com as duas paragens provocadas pela chuva, perdendo os dois parciais seguintes por 6-2.

Bacsinszky, de 27 anos, e Ostapenko, de 19, são as únicas semifinalistas apuradas hoje, uma vez que os dois encontros dos quartos de final masculinos agendados para esta terça-feira foram adiados devido à chuva.

A chuva que caiu durante quase todo o dia em Paris obrigou à suspensão da jornada, cerca das 14:30 locais (13:30 em Lisboa), e motivou o adiamento dos encontros dos quartos de final masculinos, que vão opor o espanhol Rafael Nadal ao compatriota Pablo Carreño Busta e o sérvio Novak Djokovic ao austríaco Dominic Thiem.

AMG // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon