Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Balanças corrente e de capital com excedente de 285ME até julho, abaixo de período homólogo

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/09/2017 Administrator

As balanças corrente e de capital apresentaram, até julho, um excedente de 285 milhões de euros, mas abaixo dos 1.058 milhões de euros registados em igual período do ano passado.

Segundo uma nota estatística hoje divulgada pelo Banco de Portugal (BdP), esta evolução foi determinada pelas balanças de bens, de rendimento primário e de capital.

A balança de bens e serviços (em que se incluem exportações e importações) registou, até julho, um excedente de 1.596 milhões de euros, menos 659 milhões de euros do que no período homólogo, com o aumento do excedente da balança de serviços a ser insuficiente para compensar o aumento do défice na balança de bens.

Na rubrica 'Viagens e turismo', segundo o Banco de Portugal, o excedente aumentou 1.010 para 5.396 milhões de euros.

Já a balança de rendimento primário aumentou o défice em 345 milhões de euros, situando-se em 3.299 milhões de euros.

"Esta evolução deveu-se, sobretudo, à redução de subsídios recebidos da União Europeia e ao aumento do défice da balança de rendimentos de investimento", explica o Banco de Portugal.

Quanto à balança financeira, registou, entre janeiro e julho deste ano, um aumento dos ativos líquidos de Portugal sobre o exterior no valor de 907 milhões de euros.

Este aumento, aponta o Banco de Portugal, é explicada pelo "investimento em títulos de dívida por parte do sector financeiro e na redução do passivo das administrações públicas", com destaque para o reembolso antecipado em julho de 1,7 mil milhões de euros de dívida ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon