Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Banco CTT com proveitos de 3,5 milhões de euros no primeiro semestre

Logótipo de O Jogo O Jogo 31/07/2017 Administrator

O Banco CTT obteve rendimentos de 3,5 milhões de euros no primeiro semestre, 15 meses depois de a instituição ter arrancado, anunciaram hoje os Correios de Portugal.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), os CTT referem que "decorridos apenas 15 meses desde a sua abertura ao público, em março de 2016, o Banco CTT está presente em todo o país em mais de 200 lojas e conquistou a confiança de mais de 185 mil clientes (tendo já atingido 200 mil clientes na terceira semana de julho), através da abertura de 147 mil contas de depósitos e à ordem".

Nos primeiros seis meses deste ano, o Banco CTT obteve 3,5 milhões de euros de rendimentos, valor que não é comparável com o obtido no ano passado, já que a entidade financeira arrancou em meados de março de 2016.

"É também de realçar a captação de depósitos acima de 420 milhões de euros, dos quais cerca de 252 milhões de euros à ordem", referem os Correios de Portugal.

Sobre a oferta de cartões de crédito Banco CTT, a empresa adianta que estão colocados mais de 25 mil cartões e o crédito pessoal em parceria com a Cetelem BNP Paribas, disponível nas lojas como no 'site' do banco, regista um volume de crédito disponibilizado acima dos 20 milhões de euros.

No primeiro trimestre deste ano, o Banco CTT lançou o crédito à habitação.

"O total de crédito a clientes em 30 de junho de 2017 totalizou cerca de 32 milhões de euros", acrescentaram.

No segundo trimestre deste ano, o Banco CTT recebeu a autorização da ASF - Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões para apresentar produtos seguros aos seus clientes.

"Na segunda metade do ano, o Banco CTT pretende reforçar a aposta no crédito à habitação, melhorando as soluções disponibilizadas aos seus clientes, de forma a tornar o processo cada vez mais ágil e cómodo" e "continuar a crescer em clientes, recursos e crédito concedido é assim o foco para solidificar a presença e potenciar o crescimento no setor bancário português".

Comparando-se o primeiro semestre de 2017 com o período homólogo de 2016, "nota-se algum aumento do peso das áreas de negócios de Expresso e Encomendas e do Banco CTT no total dos rendimentos operacionais recorrentes com uma pequena redução percentual na área de Correio e estabilização na área de Serviços Financeiros", adiantam os CTT, cujo lucro até junho recuou 44% para 17,7 milhões de euros.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon