Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Barcelona aposta no desenvovimento do futebol chinês

Logótipo de O Jogo O Jogo 24/02/2017 Alcides Freire

Clube catalão inaugurou uma academia para cerca de mil alunos na ilha tropical de Hainan.

© Reprodução/Twitter

O Barcelona lançou esta sexta-feira na China uma academia de futebol para cerca de mil alunos, numa altura em que a nação mais populosa do mundo assume a ambição em converter-se numa potência da modalidade.

A antiga estrela do Barcelona Ronaldinho Gaúcho e o presidente do clube, Josep Maria Bartomeu, visitaram a nova academia, localizada na ilha tropical de Hainan, extremo sul do país.

"Para mim, a temperatura, o ambiente, as pessoas e sobretudo o terreno desta ilha serão algo único para o desenvolvimento do futebol na China", afirmou o líder do clube espanhol.

A academia começa a operar no final deste ano e conta com sete campos de futebol. O espaço servirá ainda para a seleção nacional da China e os principais clubes do país treinarem.

A China, que figura em 86º lugar no ranking da FIFA, prevê construir 50 mil academias de futebol, até 2025, parte de um ambicioso plano de Pequim, que quer colocar o país ao nível das melhores seleções do planeta.

"O Barcelona trabalha muito bem os jovens, com profissionais de alto nível, que vêm para cá", afirmou Ronaldinho. "Acredito que vão ajudar muito e que o futebol na China vai aprender bastante", acrescentou.

A academia na China vai ser a maior entre as mais de vinte academias que o Barcelona tem em todo o mundo. Será também a única gerida diretamente por funcionários do clube.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon